Publicidade
Manaus
Manaus

Filas e reclamações marcam o recadastramento de beneficiários do Bolsa Família, em Manaus

Segundo representantes da Semasdh muitas pessoas deixaram para fazer o recadastramento “em cima da hora” 27/06/2012 às 09:43
Show 1
Beneficiáros do Programa Bolsa Família têm de fazer o recadastramento obrigatório. Na fila, alguns chegaram a passar mais de 10 horas para completar a missão
acritica.com Manaus

O recadastramento dos beneficiados pelo programa social Bolsa Família em Manaus acontece até o próximo sábado (30). Nesta terça-feira (26), centenas de pessoas se aglomeraram em fila quilométrica em frente à sede da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), na área central da cidade.

A aglomeração que acontece em meio a protesto dos favorecidos é causada por que segundo representantes da secretária muitas pessoas deixaram para fazer o recadastramento “em cima da hora”. “Eles sempre deixam para vir nos últimos três dias. Eles também podem acionar os Centros de Referência da Assistência Social (Cras), mas próximo a sua casa. Isso minimizaria o tamanho da fila”.

A Semasdh também informou que, somente os beneficiários do Programa Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) de finais 7 e 8 que não atualizaram os dados desde o ano de 2010 devem comparecer aos Cras ou na sede da Semasdh para fazer o recadastramento.

O recadastramento é uma condicionalidade do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), na qual o beneficiário tem que apresentar o acompanhamento de saúde, educacional e social das crianças.

De acordo com a secretária Mônica Mendes, visando melhor atende aos beneficiários, o Departamento de Proteção Social Básica (DPSB) da Semasdh elaborou um calendário dividindo o atendimento de acordo com o NIS, ficando para este mês de junho os de finais 7 e 8 e em julho os de finais 9 e 0.

Mesmo assim, os que deixarem de comparecer nos meses indicados podem e devem fazê-lo posteriormente. “O objetivo de organizar o atendimento é para evitar o acúmulo de pessoas, o que pode gerar desconforto”, argumentou a secretária.

Ela lembra, no entanto, que para evitar as filas, os beneficiários não devem deixar de fazer o recadastramento para os últimos dias do mês. Os
beneficiários devem levar os documentos pessoais como Carteira de Identidade, CPF, Título de Eleitor, Carteira de Trabalho, conta de água,
luz ou telefone, Certidão de Nascimento das crianças, Declaração Escolaratualizada em 2011. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones de contato são 3215-2912 e 0800-280-8810