Publicidade
Manaus
Manaus

Fórum de Mulheres realiza Ato Público nesta terça, 19, a favor do voto feminino

A manifestação será  às 8h  em frente à sede da  Câmara Municipal e tem como objetivo fazer com que a sociedade dê um voto de confiança às candidatas do sexo feminino nestas eleições.   18/06/2012 às 12:27
Show 1
Mulheres de vários partidos políticos se reuniram, na ALE, para tratar de assuntos do Fórum de Mulheres, que existe há dois anos em Manaus
acritica.com Manaus

O Fórum de Mulheres em Instâncias de Partidos Políticos do Amazonas vai promover um Ato Público em apoio às candidaturas femininas. O evento acontecerá na terça-feira (19), às 8h, em frente ao prédio da Câmara Municipal de Manaus (CMM). A idéia é chamar a atenção das candidaturas femininas para as eleições deste ano.

A decisão pelo Ato Público se deu na manhã da última sexta-feira (15) no auditório Natanael Rodrigues, da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM), onde mulheres de vários partidos políticos se reuniram para tratar de assuntos do Fórum de Mulheres, que existe há dois anos em Manaus.

A representante do Partido Progressista (PP) no Fórum, Márcia Alamo, disse que apesar da aceitação do mandato da presidente Dilma Rousseff ter 77% de aceitação, ainda se vê poucas mulheres na política. “As casas legislativas ainda têm muito poucas mulheres, assim como o Executivo, daí o motivo de estarmos fazendo uma campanha nesse sentido”, disse.

Segundo Márcia Alamo, é missão do Fórum de Mulheres não só incentivar a candidaturas das mulheres nas Eleições Municipais de 2012, mas fazer com que a sociedade dê um voto de confiança às candidatas do sexo feminino. “Somos hoje mais de 50% da população, já comprovamos nossa competência, portanto, temos condições de ocupar esse espaço na política”, disse.

A vereadora Lucia Antony (PCdoB), presente na reunião, defende a valorização do voto às mulheres, que ao logo dos anos conseguiram superar vários desafios – na década de 20 não tinha direito ao voto, nem a freqüentar uma universidade, ou seja, era a maioria dos analfabetos neste país. Na década de 80 a mulher passou a ser 15% do mercado de trabalho.

“Hoje as mulheres comandam 38% das famílias brasileiras, têm três anos a mais na escolaridade em relação aos homens. No entanto, não conseguiram grande desenvolvimento na política porque ainda há muito preconceito com relação à participação feminina nas casas legislativas”, mencionou a vereadora.

 Fonte: Diretoria de Comunicação da CMM