Publicidade
Manaus
PROTESTO

Funcionários da SMTU paralisam atividades e reivindicam reajuste de 2016

Segundo a categoria, no final do ano passado o prefeito Artur Virgílio Neto deu um aumento de 9,83% para todas as secretarias do poder municipal menos para o SMTU 19/09/2017 às 10:18 - Atualizado em 19/09/2017 às 11:46
Show  ndice
(Foto: Winnetou Almeida)
Amanda Guimarães Manaus (AM)

Cerca de 230 funcionários concursados e efetivos da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) paralisaram as atividades na manhã desta terça-feira (19). O grupo reivindica a segunda parcela do reajuste de 2016 e prometeu voltar as atividades apenas depois das 12h.

Segundo a categoria, no final do ano passado o prefeito Artur Virgílio Neto deu um aumento de 9,83% para todas as secretarias do poder municipal. No entanto, os funcionários da SMTU não foram beneficiados com 4,83% que seria depositado a partir de janeiro do exercício 2017.

"O prefeito ano passado anunciou o aumento para todas as secretarias. Mas em um erro da promulgação da tabela dos funcionários não fomos beneficiados com os 4,83% que seria encaminhado a partir de janeiro. O movimento aqui é simplesmente apolítico. Qualquer político está proibido de entrar nesse processo. É algo dos funcionários. Queremos simplesmente garantir o que é nosso", disse um funcionário da SMTU que preferiu não se identificar.

É a terceira vez que a categoria realiza uma paralisação no local. "A SMTU é arrecadadora de recursos. O entrave aqui é por conta dos cargos comissionados fantasmas. A Prefeitura nos pede paciência, mas isso não pode acontecer. Somos a secretaria mais prejudicada", completou o funcionário.

Por meio de nota, a assessoria de comunicação da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) informou que a situação do reajuste dos funcionários já está sendo solucionada. A superintendência relatou também que trabalha nos trâmites formais para atender a reivindicação dos servidores e a até a próxima semana a questão deve ser solucionada junto a Câmara Municipal de Manaus.