Publicidade
Manaus
Cotidiano,Educação,Polícia Civil,Fundação Nokia de Ensino

Fundação Nokia de Ensino descarta fraude em Processo Seletivo

Gabarito da prova aplicada no último domingo (25), seria divulgado nesta terça-feira (27), à tarde, mas em virtude do blackout em Manaus, o anúncio do mesmo foi transferido para esta quarta-feira (28) 27/11/2012 às 17:37
Show 1
Coordenação do Processo Seletivo da Fundação Nokia denunciou o caso à polícia
acritica.com Manaus

A possibilidade de uma fraude no processo seletivo para o ensino médio técnico 2013, da Fundação Nokia de Ensino, foi descartado pela instituição, conforme uma nota divulgada à imprensa, nesta terça-feira (27) à tarde.

Conforme o documento, a “Fundação Nokia de Ensino verificou todas as etapas do seu Processo Seletivo para o Ensino Médio Técnico 2013 e descarta qualquer possibilidade de fraude no concurso. A constatação é referendada pelas declarações recentes da Polícia Civil do Amazonas, que investiga o caso”. 

Com isto, segue a nota, a Fundação Nokia de Ensino declara como válido o exame realizado no dia 25 de novembro de 2012.

O gabarito das provas estava previsto para ser divulgado nesta terça-feira (27), a partir das 15h. Entretanto, devido ao blackout registrado em Manaus, a divulgação do mesmo foi cancelada, sendo transferida para esta quarta-feira (28), pela manhã.

A lista de aprovados também seguirá o cronograma de divulgação previsto, sendo publicada na próxima sexta-feira (30).

Denúncia

A suspeita de que o concurso teria sido fraudado, ocorreu no último domingo (25), após a realização das provas, em virtude do gabarito publicado no blog do professor de Matemática, Alessandro Monteiro corresponder às respostas corretas da prova aplicada pela instituição.   

O caso foi registrado no 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus, pelos coordenadores da Fundação Nokia. O professor de Matemática esteve na delegacia, onde prestou esclarecimentos ao delegado Marcelo Martins.

O delegado Marcelo Martins abriu um inquérito e seguindo a linha de investigações constatou que a publicação no site ocorreu no mesmo dia da prova, comprovando a veracidade das informações do professor Alessandro, descartando qualquer tipo de fraude.

Após a análise das notas dos candidatos na disciplina de Matemática, foi reforçado o procedimento investigativo: nenhum candidato conseguiu alcançar a nota máxima.

O delegado comentou ainda que, mesmo com a conclusão do inquérito, solicitou uma perícia no Blog para confirmar que não houve fraude, cujo resultado deverá ficar pronto entre 30 e 60 dias.