Publicidade
Manaus
Estratégia para " vender" Amazonas

Governo do Amazonas estuda estratégias para ampliar negócios no mercado internacional

A articulação político-econômica conta com a parceria da Suframa para montar estratégia para aumentar visiblidade do Amazonas no mercado internacional 19/03/2013 às 08:11
Show 1
Feiras são um bom evento para se fazer negócios com produtos regionais
Jornal A Crítica ---

A Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento do Amazonas (Seplan), a Amazonastur e a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) definiram  uma pauta preliminar de promoção comercial do Estado no circuito internacional.

A participação de missões técnicas e empresariais locais em feiras e exposições a serem realizadas em Portugal, Alemanha, Canada e Peru, alguns dos mercados estratégicos para a atração de novos investimentos para o Amazonas, foi um dos assuntos debatidos no encontro realizado na Suframa.

A Seplan e a Amazonastur se comprometeram a apresentar um estudos detalhado acerca dos setores e produtos do mercado a serem promovidos comercialmente no eixo internacional de feiras e exposições, assim como as estratégias para alcançar o público em foco. Esse mapeamento inclui segmentos como pescado polpas, artesanato, frutas e doces regionais, entre outros produtos.

A Amazonastur ficou encarregada de apresentar à Suframa a formatação do projeto de promoção comercial do Governo do Estado. Participaram da reunião na Suframa a presidente da Amazonastur Oreni Braga, o secretário executivo adjunto de Políticas Setoriais da Seplan Appio Tolentino, além do superintendente da ZFM Tomás Nogueira.

Calendário

A Suframa projeta para 2013, a participação em pelo menos 19 feiras nacionais e internacionais, por meio de missões empresariais com objetivo de divulgar o modelo Zona Franca (ZFM) e atrair novos investimentos para o Polo Industrial de Manaus (PIM). O orçamento da autarquia destinado à promoção comercial para este ano é de R$ 593 mil (sem incluir a sétima edição da FIAM, marcada para os dias 27 a 30 de novembro).

O grupo de trabalho formado com representantes do Governo do Estado busca a um alinhamento de ações visando mais eficiência e alcance de novos mercados e potenciais investidores.

Segundo o Secretário Executivo da Seplan Appio Tolentino, a participação nas feiras estreitam relações comerciais e ampliam as possibilidade de novos negócios, muitas vezes articulados em Manaus por meio das inúmeras missões empresariais estrangeiras que chegam todos os anos.