Publicidade
Manaus
Manaus

Governo do Estado inaugura 22 quilômetros de ramais em Iranduba

No local, a Sepror abriu 22 km de ramal e lançou piçarra ao longo de todo o caminho. O trabalho, que faz parte das ações do programa Amazonas Rural, criado pelo Governador Omar Aziz para impulsionar a atividade do setor primário  30/11/2012 às 20:27
Show 1
Iranduba faz parte da Região Metropolitana de Manaus
acritica.com Manaus

Neste sábado, dia 01 de dezembro, a Sepror estará inaugurando o Ramal do Paraná do Lago do Iranduba, às 10h, em solenidade realizada na sede da Associação de Moradores do São João do Paraná do Iranduba, com show da dupla de Mateus e Daniel.

No local, a Sepror abriu 22 km de ramal e lançou piçarra ao longo de todo o caminho. O trabalho, que faz parte das ações do programa Amazonas Rural, criado pelo Governador Omar Aziz para impulsionar a atividade do setor primário no Estado, vai beneficiar diretamente uma média de 3 mil pessoas residentes nas proximidades e que utilizam o Paraná do Lago do Iranduba.   

Comunidades beneficiadas

A inauguração do Ramal do Paraná do Lado do Iranduba vai beneficiar 20 comunidades, entre elas as comunidades de São Sebastião, São Francisco, Janauari, Chiborena, Catalão, Vila Nova, Paracuuba, Manchataria e Paraná do Iranduba. A obra custou aos cofres do Governo do Estado R$ 800 mil reais.
Projeto de revitalização de vicinais

O projeto de revitalização das vicinais do Governo do Amazonas já contemplou 25 vicinais, o equivalente a 500 quilômetros de ramais de acesso. O trabalho abriu caminho para agricultores familiares como os que moram no ramal do Paraná do Lago do Iranduba e adjacências, que a partir de agora podem ir e vir com sua produção, graças ao trabalho realizado pela Sepror.

Mais obras

A estimativa é investir na recuperação e abertura de 4 mil quilômetros de vicinais nos próximos dois anos. “Nós temos a noção exata de que sem escoamento não adianta ter produção. O papel do poder público é criar a infraestrutura. Já recuperamos 1.500 quilômetros e estamos assumindo esse desafio de fazer mais”, ressaltou o secretário estadual de produção rural, Eron Bezerra.

Com informações da assessoria.