Publicidade
Manaus
Manaus

Governo federal já liberou R$ 26 milhões para municípios atingidos pela cheia no Amazonas

O total prometido pelo Ministério foi R$ 30 milhões. O montante está sendo liberado aos poucos. Entre os beneficiados estão Alvarães e Pauini 23/08/2012 às 15:26
Show 1
Pescador Flaviano Sales mostra o estado em que a casa da família se encontra, devido a cheia
acritica.com Manaus

Dos R$ 30 milhões prometidos pelo Ministério da Integração Nacional para 54 municípios amazonenses atingidos pelas cheias deste ano, quase R$ 26 milhões já foram repassados. Nesta semana, foram liberados quase R$ 800 mil para os municípios de Pauini e Alvarães. Os recursos foram prometidos pela presidenta Dilma Rousseff e pelo ministro Fernando Bezerra ao líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB).

No mês de junho passado, o senador esteve com a presidenta e relatou as dificuldades pelas quais passavam os municípios, que não tinham recursos para fazer o atendimento emergencial às famílias atingidas pela cheia histórica. A presidenta, então, determinou ao Ministério da Integração Nacional que apresentasse soluções para o problema.

“Na reunião com o ministro Fernando Bezerra, levamos o presidente da Associação dos Municípios Amazonenses, Jair Souto, que relatou as dificuldades e apresentou os planos de trabalho de cada município. O ministério analisou os planos e vem fazendo o repasse de acordo com o cumprimento das exigências para o recebimento dos recursos”, explicou Braga.

Entre essas regras está a criação de coordenadorias municipais de defesa civil. Os recursos são enviados diretamente para as prefeituras, que deverão utilizá-los em ações de socorro, assistência a vítimas e restabelecimento de serviços essenciais. A prestação de contas deverá ser feita um ano e 30 dias após a aplicação do montante recebido.

Beneficiados

Além de Pauní e Alvarães, o Ministério da Integração Nacional já fez o repasse para os municípios de Amaturá, Anamã, Anori, Autazes, Barreirinha, Boa Vista dos Ramos, Borba, Caapiranga, Canutama, Carauari, Careiro, Careiro da Várzea, Codajás, Eirunepé, Envira, Fonte Boa, Guajará, Iranduba, Itacoatiara, Itamarati, Ipixuna, Japurá, Juruá, Lábrea, Manacapuru, Manaquiri, Maués, Nhamundá, Nova Olinda do Norte, Novo Airão, Parintins, Rio Preto da Eva, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença, Tabatinga, Tapauá, Tefé, Tonatins, Uairini, Urucará e Urucurituba.