Publicidade
Manaus
Manaus

Governo federal libera R$ 15 milhões para BR-319; repasses já somam R$ 40 milhões

O Decreto Presidencial, de 23 de novembro deste ano, foi publicado no Diário Oficial da União (DOU), nesta segunda-feira (26/11). Nele, a obra é especificada como “construção do contorno rodoviário Norte, em Porto Velho” 26/11/2012 às 21:12
Show 1
O recurso liberado pelo governo federal será aplicado na manutenção da BR-319
Ana Carolina Barbosa Manaus

O governo federal liberou, via decreto, R$ 15 milhões para obras de manutenção de um trecho de 28 quilômetros, aproximadamente, da BR-319, que liga Manaus (AM) a Porto Velho (RO). Somado aos demais repasses feitos ao longo do ano para reparos na estrada, o valor aplicado na rodovia já chega a R$ 40 milhões, informou o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit-AM/RR), Afonso Lins.

O Decreto Presidencial, de 23 de novembro deste ano, foi publicado no Diário Oficial da União (DOU), nesta segunda-feira (26/11). Nele, a obra é especificada como “construção do contorno rodoviário Norte, em Porto Velho”.

De acordo com Afonso Lins, a BR-319 possui 860 quilômetros de extensão e, este mês, o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) liberou a manutenção do trecho central, de 405 quilômetros, o qual aguarda há cerca de dez anos pela licença ambiental para ser restaurado.

O trecho está intrafegável e, segundo Lins, estudos estão sendo providenciados para a elaboração do projeto para a manutenção. “Antes, havia um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) que previa que o Dnit não poderia realizar nem a manutenção da BR-319”, explicou. Agora, com a liberação, a expectativa é que, no primeiro semestre de 2013, as obras sejam iniciadas e, ao final de 2013, o trecho esteja trafegável.

“Vamos mexer nos bueiros, pontes, terraplanar e resolver os problemas menores”, explicou. Ele lembrou que a proibição de manutenção em rodovias não se aplicava a nenhuma outra estrada brasileira.

Estrada pode ficar pronta em 2015

Além da manutenção, Lins explica que no próximo ano também será iniciado o levantamento de fauna e flora para atender às exigências que podem resultar na liberação do licenciamento por órgãos ambientais. “O licenciamento ocorrerá só no final do levantamento. A previsão é de 12 meses. No final de 2015 devemos entregar a obra”, acrescentou.

O superintendente ressaltou, ainda, que no início deste mês de novembro, a ponte sobre o rio Tupãna, localizada no quilômetro 177 da rodovia, foi concluída pelo 2º Grupamento de Engenharia do Exército, e deve ser inaugurada nos próximos dias. A obra foi realizada em dois anos e, de acordo com Lins, beneficiará os moradores das margens da rodovia, uma vez que ali estão instalados pequenos produtores, os quais necessitam da estrada para escoar a produção.

A BR-319 foi construída em 1968. O projeto de reconstrução da estrada foi concluído há dez anos e, em quase oito deles, o senador Alfredo Nascimento (PR) esteve à frente do Ministério dos Transportes, responsável direto pela obra.