Publicidade
Manaus
Manaus

Granada encontrada por crianças no Educandos é destruída pelo grupamento Marte da PM

Artefato foi encontrado no Porto das Catraias e destruído no terreno de uma casa localizada entre a Rua Manoel Urbano e o Boulevard Sá Peixoto 13/10/2015 às 23:18
Show 1
Casos de bombas encontradas pela população tem se tornado frequente e preocupa grupamento especializado
rafael seixas Manaus (AM)

Uma granada encontrada por crianças no bairro Educandos, Zona Sul de Manaus, foi destruída às 21h20 de hoje (13) pelo  Grupamento de Manejo de Artefatos Explosivos (Marte) da Polícia Militar. O artefato foi encontrado no Porto das Catraias, por volta das 19h, e destruído no terreno de uma casa localizada entre a Rua Manoel Urbano e o Boulevard Sá Peixoto.

“Tratava-se de um artefato explosivo regular do tipo granada de mão”, disse o tenente Paulo Victor, integrante do Marte. De acordo com ele, a origem do material, de uso restrito, só vai ser averiguada depois dos procedimentos de pós-explosão.

"A gente estava na casa da minha tia quando percebeu que tinha uma viatura da polícia e um senhor segurando uma sacola branca na mão. Quando fomos olhar de perto tinha uma granada na sacola. A policia foi e colocou o artefato em um monte de areia na varanda da casa minha tia", contou o estudante Orlando Miquéias, 20.

Artefato foi desmantelado às 21h20 (Foto: Evandro Seixas)

A granada foi encontrada por duas crianças, que não tiveram os nomes revelados. "Fomos informados pela polícia que duas crianças estavam brincando perto do Porto Catraia, quando encontram o artefato e o levaram para esse senhor, que entregou a granada à polícia", disse Miquéias.

A granada, então, foi colocada sobre um monte de areia e o grupamento Marte foi acionado. "O Ciops fez o acionamento. A 2ª Cicom informou que o material foi encontrado pelas e crianças. Eles acionaram o Ciops e depois fizeram o isolamento da área", disse o tenente Paulo Victor. Ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) deram apoio à ação.

O tenente disse que os casos de granadas encontradas pela população estão virando rotina e que "isso é muito preocupante". "O trabalho feito nesse caso foi desmantelar o artefato explosivo. Fazemos isso por meio de um canhão especial que a gente utiliza para fazer o procedimento de fragmentação. Esse canhão fica acoplado ao veiculo terrestre de mão manipulado. Já fizemos esse trabalho em casos anteriores", disse Paulo Victor.