Publicidade
Manaus
Manaus

Henrique tentará reverter decisão que tira do ar vídeo com marionete parecida com Vanessa

Henrique Oliveira alega que não citou nomes na propaganda. Já a Justiça Eleitoral entende que a marionete utilizada pelo prefeiturável no vídeo denigre a imagem da comunista 10/09/2012 às 18:52
Show 1
Vanessa e Henrique concorrem à Prefeitura de Manaus
Ana Carolina Barbosa Manaus

O candidato à Prefeitura de Manaus pela coligação ‘Manaus pra frente’, Henrique Oliveira (PR), irá recorrer da liminar concedida, no último dia 9, pela juíza coordenadora da Propaganda Eleitoral, Naira Neila Batista de Oliveira Norte, proibindo a veiculação na TV e rádio de uma peça publicitária produzida para seu tempo de inserção na qual é utilizada uma marionete com as características físicas da candidata pela coligação "Melhor pra Manaus", Vanessa Grazziotin (PCdoB), denominada ‘prefeitonete’.


A juíza entendeu que a boneca faz referência à senadora comunista e concedeu liminar favorável à candidata, determinando, em caso de descumprimento, a aplicação de multa diária de R$ 5 mil. No pedido de liminar ingressado por Vanessa, ela alega que fora utilizada "fantoche chamada de prefeitonete", com características dela, ficando evidente que Henrique “utilizou de seu tempo de propaganda para explicitamente ridicularizar a candidatada representante”.

A peça publicitária foi exibida no dia 8 de setembro (sábado), na TV Amazonas, às 14h21, com 30 segundos de duração, e também no domingo pela manhã.


A alegação da comunista foi que o vídeo debochou do trabalho público realizado por ela, degradando o sexo feminino, ao insinuar que mulheres não seriam capazes de “bater no peito e dizer eu resolvo" e nem de caminhar politicamente com suas próprias pernas. Ela também alega que a peça publicitária projeta imagem negativa, além de difamar e injuriar Vanessa.

Justificativa

A assessoria do candidato e deputado federal Henrique Oliveira, por sua vez, informou que o candidato não teve a intenção de denegrir a imagem de ninguém e que o objetivo foi apenas mostrar a posição do candidato sobre qual deve ser a postura de um chefe do executivo municipal. A assessoria informou, ainda, que “em momento nenhum do vídeo ele citou nomes”.


 Em uma das participações do republicano no vídeo, ele diz que “para ser prefeito de Manaus, são tantos os desafios para enfrentar e não pode estar pedindo ajuda o tempo todo”. Ele diz, ainda, que “um prefeito tem que bater no peito e dizer: é comigo, eu me garanto. Porque para ser um bom prefeito tem que saber andar com as próprias pernas”.