Publicidade
Manaus
Manaus

Homem é morto a pedradas por travesti na Zona Leste

O motivo da morte seria a falta de pagamento de um suposto programa sexual. A polícia investiga a versão 30/03/2014 às 11:44
Show 1
O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal
Bruna Souza Manaus (AM)

Um homem foi encontrado com o crânio esfacelado em um terreno baldio, localizado na avenida Autaz Mirim, no bairro Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus na noite deste sábado (29). Segundo testemunhas, a vítima foi vista horas antes discutindo com um travesti em via pública.

A polícia acredita, de acordo com os depoimentos colhidos na cena do crime, que ele tenha sido morto a pedrada por não pagar um possível programa sexual.

O caso foi registrado no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP) por volta das 5h. Anderson Cleyton Fernandes da Silva, de 42 anos, foi identificado por familiares no Instituto Médico Legal (IML) neste domingo (30). A polícia vai investigar a versão das testemunhas, que viram a discussão dele com o travestis durante a madrugada.

O laudo necropsial apontou morte por agressão física causada por um objeto contundente, possivelmente pedra. Anderson perdeu massa encefálica devido à perfuração profunda na cabeça.

Policiais militares da 9ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) e fizeram uma ronda pela área, mas o principal suspeito não foi preso. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) vai investigar o crime.