Publicidade
Manaus
Manaus

Homem é morto após ajoelhar na frente de traficantes em Manaus

Antes de atirarem quatro vezes a queima roupa, os suspeitos mandaram Luciano se ajoelhar e implorar pela vida 06/04/2014 às 10:32
Show 1
Familiares informaram aos investigadores da Dehs que Luciano era usuário de drogas desde os 11 anos
Bruna Souza* Manaus (AM)

Luciano da Costa Neves, 30, foi morto com quatro tiros na manhã deste domingo (6) por dois homens, que o mandaram ajoelhar antes de atirar. De acordo com familiares, a vítima vinha sendo ameaçada no últimos meses por dívidas de drogas a um traficante da área.

O crime ocorreu por volta das 6h no beco São Francisco, localizado na rua 54, bairro Japiim, na Zona Sul de Manaus. Segundo populares, Luciano passava no beco quando foi surpreendido pela dupla, que o mandou ajoelhar antes de ser morto e implorar pela vida. Ele foi atingido por quatro tiros a queima roupa e morreu no local.

Após o crime, os atiradores saíram do local a pé tranquilamente. A polícia foi informada que um dos suspeitos se chama Maxson, mais conhecido como “Bananinha”, e que seria o chefe do tráfico de drogas da área.

Familiares informaram aos investigadores da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (Dehs) que Luciano era usuário de drogas desde os 11 anos e que havia comentado que vinha sendo ameaçado de morte por “Bananinha”.

O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML) e a polícia investiga o caso. O caso foi registrado no 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

*Com informações do repórter Florêncio Mesquita