Publicidade
Manaus
Manaus

Homem é morto no bairro Amazonino Mendes

O ajudante de pedreiro Samuel Coelho Medeiros foi assassinado com dois tiros, enquanto jogava vídeo-game no trabalho 08/09/2012 às 09:26
Show 1
Durante o velório de Samuel, familiares reclamaram da falta de segurança no bairro
A Crítica Manaus, Am

Medo e falta de segurança fazem parte do cotidiano dos moradores do bairro Amazonino Mendes, Zona Norte, que continuam vivendo sobre as ameaças e os desmandos dos traficantes que atuam na área.

 A última vítima foi o ajudante de pedreiro Samuel Coelho Medeiros, 20. Ele foi assassinado enquanto jogava video-game no estabelecimento em que trabalhava, localizado na avenida Perimetral 4, bairro Amazonino Mendes.

Segundo testemunhas, foram disparados quatro tiros, dos quais dois atingiram Samuel no braço e na nuca. Amigos da vítima apontam como principal suspeito um traficante chamado Jailson, conhecido como “Lambe”, também morador do bairro.

“Eu não vou mentir. Ele era dependente químico e também vendia drogas para esse traficante. Eles eram amigos e andavam juntos. Todo mundo sabe quem ele é porque ele só anda armado, atirando para todos os lados”, contou um morador, que não quis ser identificado.

Velório

 O velório de Samuel foi realizado na casa em que ele vivia com a família, no beco Francisco Galvão, 45, Amazonino Mendes. Por lá, parentes e amigos continuam com medo de represálias dos traficantes da área. Desolada, a mãe de Samuel, que não quis ser identificada, pede que a polícia não desista de investigar e punir o autor do crime, mesmo com o envolvimento do filho no tráfico de drogas. “Era meu filho, não merecia morrer desse jeito”, disse ela.

Sem segurança

Moradores do bairro Amazonino Mendes que são vizinhos da família de Samuel reclamaram da falta de policiamento na área, o que facilita a ação de traficantes e assaltantes.

Eles reclamam da omissão da polícia, que sabe onde funcionam as ‘bocas de fumo’, mas não as fecha.