Publicidade
Manaus
Manaus

Homem é preso pelo crime de estupro na Zona Oeste de Manaus

Em depoimento, a vítima contou que foi agredida e forçada a ter relações sexuais com o suspeito, em contrapartida ele disse que eles tiveram sim relações sexuais, porém com o consentimento dela 09/07/2012 às 11:14
Show 1
O caso foi registrado no 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP)
Evelyn Souza e Thiago Monteiro Manaus

O agricultor Francisco Lopes Viana, 23, foi preso na madrugada desta segunda-feira (9), na Rua São João, bairro Santo Antônio, Zona Oeste de Manaus. Ele foi preso após ser acusado de abuso sexual por um domestica. O agricultor já foi encaminhado para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa.

Em depoimento no 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde o agricultor foi flagranteado, a vítima que tem 47 anos disse que foi até um bar comprar cigarro quando Francisco lhes ofereceu um isqueiro.

Francisco estava com uma pessoa na mesa do bar, que logo depois foi embora.

“Depois que a mulher saiu e eu não aceitei o isqueiro, ele me chamou pra beber e eu sentei. Durante a conversa, ele insinuou que queria fazer sexo comigo”.

A doméstica contou que Francisco se ofereceu para levá-la em casa, porém no meio do caminho havia um terreno baldio, onde Francisco (que saiu do bar com uma garrafa de cerveja na mão) a jogou para que eles pudessem ter relações sexuais.

A vítima disse que foi agredida e que o agricultor quebrou a garrafa e a jogou no chão, onde consumou o ato. Ela chegou a gritar, e vizinhos próximos ouviram os gritos e chamaram a polícia, que chegou pouco depois e prendeu Francisco.

Versão do suspeito
Ele em depoimento contou que houve um acordo entre os dois enquanto eles estavam conversando no bar. Ele convidou a doméstica para ela ir até a casa dele, onde os dois fariam sexo, porém no meio do caminho eles encontraram o terreno baldio, onde pararam para ter relações sexuais. Durante a consumação do ato, a doméstica teve um ‘surto’, saiu correndo e gritando pelo meio da rua.

O agricultor foi flagranteado pelo crime de estupro no 10º DIP e encaminhado para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa.