Publicidade
Manaus
Manaus

Homem é preso por estupro de vulnerável, após aliciar a enteada de oito anos em Manaus

Ele nega a situação, mas foi pego em flagrante pela mãe da menina no momento em que estava no quarto abusando sexualmente da enteada 20/03/2012 às 13:08
Show 1
A criança foi encaminhada para a Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (DEPCA)
Evelyn Souza e Thiago Monteiro Manaus

Um pedreiro de 55 anos foi preso na manhã desta terça-feira (20), após ser pego em flagrante pela companheira no momento em que abusava sexualmente da enteada, uma menina de oito anos. Ele foi preso por policiais da 13º Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que foram chamados na manhã desta terça (20), no conjunto Vila Nova, Zona Norte de Manaus.

De acordo com Gerson de Oliveira, delegado adjunto do 13º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde o crime foi registrado, a mãe da criança em depoimento a polícia, informou que percebeu um comportamento estranho da filha nas últimas semanas.

Ela contou ao delegado que há duas semanas, a filha havia dito que o padrasto estava lhe tocando e que iria ‘penetrar nela’. Depois de uma semana, o padrasto teria ameaçado a menina dizendo que se ela contasse algo para a mãe, ele iria matá-la.

A mãe da menina saiu de casa na manhã desta terça (20) para pegar água na casa de uma vizinha. O padrasto achou que ela iria demorar a voltar e foi para o quarto com a criança. A mãe retornou pouco tempo depois e pegou o padrasto no momento em que ele estava aliciando a menina, pegando em suas partes íntimas.

Ela fez um escândalo, começou a gritar, chamou pelos vizinhos que acionaram a polícia. A mãe foi pra cima do companheiro, houve luta corporal antes dos policiais chegarem para prender o pedreiro, que foi encaminhado pra o 13º DIP.

A menina foi encaminhada para Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (DEPCA). Ela vai passar por exames de conjunção carnal, anal e de corpo de delito.

O padrasto negou a situação. Ele foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável e será encaminhado a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus.