Publicidade
Manaus
Polícia, Assassinato, Estrangulamento, DEHS, Violência Contra a Mulher

Homem estrangula a mulher em frente à filha, na Zona Norte de Manaus

Morta por estrangulamento, Adria Thays Figueira teve o corpo todo mordido, e há suspeitas de que após o crime, Jean Carlos Ferreira, principal suspeito do homicídio, tenha mantido relações sexuais com a vítima 24/10/2012 às 13:09
Show 1
Familiares de Adria Thays durante velório realizado em uma igreja evangélica
Síntia Maciel e Joana Queiroz Manaus

Uma possível crise de ciúmes pode ter resultado na morte por estrangulamento de Adria Thays Guimarães Figueira, 22, ocorrida na madrugada desta quarta-feira (24), no bairro Rio Piorini, Zona Norte de Manaus. A autoria do crime foi atribuída ao companheiro da vítima, Jean Carlos da Silva Ferreira, que está foragido.

De acordo com a mãe de Adria Thays, a dona de casa Deusa Soares, 64, há quatro anos a filha morava com Jean Carlos, em uma casa construída no mesmo terreno que a dela, e as crises de ciúmes do companheiro seriam constantes.

Por volta de 1h, desta quarta-feira, Jean Carlos teria acordado a sogra pedindo por remédios, pois a companheira estaria passando mal. Segundo Deusa, ao perceber que o genro estava bastante suado e nervoso, ela decidiu ir até a casa, onde encontrou o corpo da filha em cima da cama, coberto por um lençol.

Ainda segundo os relatos da mãe da vítima, Adria Thays tinha várias marcas de dentadas pelo corpo e também no rosto. Há suspeitas de que após ter assassinado a companheira, Jean Carlos teria mantido relações sexuais com o cadáver da vítima.

O homicídio foi presenciado pela filha de 3 anos do casal, que relatou à avó ter visto o pai por cima do corpo da mãe, segurando o pescoço dela.        

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).