Publicidade
Manaus
Manaus

Hospital Santa Casa de Misericórdia será reaberto nesta quarta-feira (22)

A unidade, que estava fechada desde 2004 por conta de dívidas, será administrada pela Associação de Funcionários, Ex-funcionários e Amigos da Santa Casa que pretende iniciar os atendimentos ambulatoriais em junho deste ano 21/01/2014 às 18:45
Show 1
Hospital Santa Casa de Misericórdia em Manaus será reaberto por associação
Jaíze Alencar Manaus (AM)

O Hospital Santa Casa de Misericórdia, localizado na rua 10 de julho, Centro de Manaus, terá uma reabertura simbólica nesta quarta-feira (22), às 9h, em uma solenidade aberta ao público, onde será assinada a ata de transferência de direção. A unidade passará a ser administrada por uma equipe de 12 pessoas que compõem a associação de funcionários, ex-funcionários e amigos da Santa Casa.

O 2º secretário da associação, Ronaldo Balieiro, informou que o grupo está desde 2004 lutando para evitar que a instituição feche totalmente suas portas.

“Esse é um dos hospitais mais antigos de Manaus, não podíamos deixar que isso acontecesse e sempre mantivemos a esperança que um dia nós conseguiríamos dar vida novamente a Santa Casa”, declarou.

Primeiros atendimentos em junho

A associação pretende iniciar os serviços em junho, com atendimentos ambulatoriais e seguir com serviços de laboratório, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Centro Cirúrgico, realizando as reformas que serão necessárias.

“Primeiro vamos começar com o ambulatório que é o setor que está em melhores condições. Existem outros locais da unidade que vão precisar de reparos, mas existem áreas como a UTI que recentemente teve investimentos e vai precisar de pequenos reparos”, ressaltou Ronaldo.

A equipe pretende criar um plano de saúde para o hospital, como exista anteriormente, para conseguir manter o funcionamento do hospital e a aquisição de equipamentos para a unidade.

Após a solenidade desta quarta-feira (22) a equipe pretende pedir apoio do Governo do Estado e Prefeitura para firmar possíveis parcerias que possam auxiliar no funcionamento da Santa Casa de Misericórdia.

Dívidas e custos

Ronaldo afirmou que a associação vai trabalhar com base no levantamento de 2012 que consta toda a dívida que o hospital possui até o final de 2012, para conseguir sanar as dívidas e manter a Santa Casa funcionando.

“Vamos encontrar pessoas que queiram contribuir com a continuidade dessa história, ser parceiro, toda ajuda será bem-vinda”, destacou.

Funcionários antigos

A princípio, a associação vai entrar em contato com os ex-funcionários e amigos da Santa Casa que hoje estão desempregados e que desejam voltar ao exercício da função.

São funcionários que ainda tem vínculo com a instituição e que querem voltar a trabalhar. Segundo Ronaldo na época de funcionamento e apogeu do hospital, mais de 400 funcionários fizeram parte do quadro funcional.