Publicidade
Manaus
Manaus

Idosa morre pesando apenas 25 quilos após sofrer maus tratos

De acordo com a polícia após perceber a morte da mãe, o filho foi até um bar para beber e lá foi preso em flagrante 18/09/2012 às 11:40
Show 1
A idosa de 86 anos morreu com sintomas de desnutrição
Evelyn Souza/ Leandro Guedes Manaus

Uma idosa de 86 anos identificada como Graciete Teixeira Alves, 86, morreu na noite dessa segunda-feira (17) com sintomas de desnutrição e maus tratos. A idosa morreu pesando aproximadamente 25 quilos dentro de sua residência no Conjunto João Paulo, Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus, onde morava com o filho e o neto de 26 anos, usuário de drogas e que está sendo procurado pela polícia.

De acordo com a polícia, a idosa morreu de fome e sede. Fausto Roberto Teixeira Pena, 59, está preso. Ele era filho adotivo de Graciete.


Após perceber a morte da mãe, Fausto foi até um bar para beber e lá foi preso em flagrante. Ele foi encaminhado para o 15º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e em depoimento disse que prestava assistência a mãe, mas segundo vizinhos ele era um ‘beberrão’.

Aniversário

Nesta quarta-feira (19) a idosa completaria 87 anos. Ela vivia acamada há pelo menos três anos, de acordo com vizinhos que prestavam assistência.

Na delegacia, Fausto que estava visivelmente embriagado, contou que recebia duas pensões da mãe e que o dinheiro era usado para comprar materiais para higiene.

Contradizendo o filho, os vizinhos disseram que os materiais eram doados por eles para que pudessem fazer a higiene da idosa.

Antes da morte

Ainda segundo a polícia, uma assistente social foi até a residência de dona Graciete na tarde desta segunda (17) após denúncias. Ela teria confirmado que a idosa estava com sintomas de desnutrição e a remoção dela já estava sendo providenciada para esta terça (18) e provavelmente seria levada para o Abrigo Moacyr Alves.

A polícia suspeita que a idosa também sofria maus tratos, já que tinha marcas nos braços.

Na residência não havia muitos móveis, no local foi encontrado apenas uma estante, um ventilador pequeno, uma cama e os materiais de higiene.

De acordo com o delegado plantonista do 15º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Cícero Túlio, Fausto vai responder pelos crimes de maus tratos e abandono de incapaz, de acordo com o estatuto do idoso, que prevê pena de quatro a oito anos de prisão.

Na manhã desta terça (18), uma vizinha da idosa, Andreia da Fonseca foi até o Instituto Médico Legal (IML) para tentar conseguir a liberação do corpo, já que a idosa não tinha familiares além do filho, que está preso, e do neto foragido.