Publicidade
Manaus
Manaus

IML registra quatro mortes por arma de fogo em Manaus

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, em nenhum dos casos foi registrado Boletim de Ocorrência (BO) 28/08/2012 às 09:28
Show 1
Todas as mortes registradas pelo IML foram por meio de disparos de armas de fogo
acritica.com Manaus

O Instituto Médico Legal (IML) registrou quatro mortes por arma de fogo durante a noite madruga desta segunda e terça-feira (27 e 28).

De acordo com informações da assessoria de imprensa da polícia civil, a primeira morte foi a do menino de 11 anos que estaria brincado com a arma de fogo do padrasto (um suposto policial militar), e acidentalmente disparado um tiro em sua cabeça.

Outra vítima de arma de fogo foi Carla do Nascimento Douzanis, 20 anos. Ainda não se sabe os motivos para o assassinato da jovem, mas informações preliminares dão conta que homens conhecidos como Nênê e Rafaelzinho estariam envolvidos no caso.

Leandro Viana Cardoso, 18, e Ismael Fernandes Soares, 25, também fazem parte das estatísticas de homicídios do IML.

Sem identificação

O corpo do homem encontrado na manhã dessa segunda-feira (27) na rua Suíça, Bairro Novo Reino II, zona Leste, ainda está no Instituto Médico Legal.

O cadáver que apresenta cor parda, 1 metro e 65 centímetros de altura. Ele que estava só de cueca, possui marcas de pauladas no rosto e cabeça, e perfuração de arma branca no pescoço.

A suspeita é de que o homem tenha sido morto em outro local e trazido para o matagal. Segundo o policial militar da 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Samison Roldão, a área onde o corpo foi encontrado é deserta e tranquila.

A polícia descarta a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte), já que os pertences da vítima não foram roubados. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga o caso.