Publicidade
Manaus
Manaus

Inauguração do viaduto do São josé será na próxima quinta-feira (1)

Motoristas devem ficar atentos às alterações que vão ocorrer com a inauguração do complexo viário, prevista para quinta-feira (1) 26/02/2012 às 16:01
Show 1
Aproximadamente seis mil veículos passam diariamente no complexo viário
FLORÊNCIO MESQUITA Manaus

A partir da próxima quinta-feira (1), os condutores de aproximadamente 6 mil veículos que passam diariamente pelo Complexo Viário do São José, na Zona Leste, deverão estar atentos para as mudanças no trânsito que ocorrerão no local.

O complexo que recebeu o nome do Engenheiro Luiz Augusto Veiga Soares será inaugurado após 17 meses de obra e custou R$ 56.387.178 ao município. O complexo está praticamente pronto restando realizar apenas testes de iluminação e serviços de jardinagem.

Os testes na iluminação estavam programados para serem feitos na noite desse sábado (25). Todas as alças viárias do complexo, incluindo as subterrâneas e aéreas, estão asfaltadas e pintadas e já contam com sinalização de trânsito vertical e horizontal. Na manhã desse sábado (25), operários ainda trabalhavam no viaduto finalizando o serviço de instalação de grama no entorno do local.

O esquema de trânsito foi definido da seguinte maneira: quem vai do Coroado em direção ao Zumbi deverá subir pelo elevado em linha reta; quem vai do Coroado em direção ao São José, deverá subir pelo elevado e pegar a pista da esquerda.

Os condutores que saírem do Coroado em direção ao Armando Mendes terão apenas que dobrar à direita, sem precisar acessar o complexo viário. Já quem vai do São José em direção ao Armando Mendes deverá seguir em linha reta pela passagem subterrânea, enquanto que os condutores que forem do São José em direção ao Coroado deverão dobrar à direita na avenida Cosme Ferreira sem precisar acessar o complexo viário. Segundo a Secretaria de Comunicação (Semcom), os motoristas que forem do São José em direção ao Zumbi deverão fazer o contorno da rotatória e seguir pela avenida Cosme Ferreira.

Quem for do Armando Mendes em direção ao São José deverá seguir reto pela passagem subterrânea. Já os motoristas que forem do Armando Mendes em direção ao Zumbi terão que dobrar à direita na avenida Cosme Ferreira sem precisar acessar o complexo viário.

Os condutores que forem do Armando Mendes em direção ao Coroado deverão fazer o contorno da rotatória e entrar na avenida Cosme Ferreira. Quem vai do Zumbi em direção ao São José deverá dobrar à direita na avenida Autaz Mirim, sem precisar acessar o Complexo Viário.

Já quem for do Zumbi dos Palmares em direção ao Coroado deverá fazer o contorno da rotatória e prosseguir na avenida Cosme Ferreira, enquanto que o condutor que for do Zumbi em direção ao Armando Mendes deverá fazer o contorno da rotatória e acessar a avenida Autaz Mirim.

Complexo está atrasado

Desapropriação de imóveis do entorno e adequação na rede elétrica de alta tensão foram motivos O prefeito Amazonino Mendes anunciou, em outubro do ano passado, que o projeto seria concluído com o cronograma de 12 meses, mas que esperava entregar a obra em menos tempo, já em novembro.

Em dezembro de 2011, o município informou que o complexo, construído pela empresa Construbase Engenharia, seria entregue em janeiro de 2012 e agora a data está confirmada para a próxima semana, no mês de março. A construção do complexo começou oficialmente em 25 de outubro de 2010.

A conclusão foi adiada entre por problemas na desapropriação de imóveis localizados no entorno do complexo e pela adequação na rede elétrica de alta tensão. Na última semana, o prefeito esteve no local para inspecionar a obra que figura como a terceira intervenção viária na capital.

A obra soma-se à passagem de nível da avenida Umberto Calderaro Filho (antiga Paraíba), inaugurada em dezembro de 2009 após seis meses de obras e com o orçamento de R$ 16,4 milhões e ao Complexo Viário Gilberto Mestrinho, no bairro Coroado, Zona Leste, inaugurado em janeiro de 2010.

O viaduto Gilberto Mestrinho custou R$ 41 milhões e foi concluído em 11 meses. Segundo o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans), agentes de trânsito serão mantidos, em horários de pico, no entorno do complexo viário, para orientar os condutores.

Ainda segundo o órgão, a prefeitura realizará um amplo trabalho de divulgação, antes da inauguração, para informar os condutores sobre as mudanças no local. A antiga bola do São José, corresponde a um dos maiores gargalos no trânsito de Manaus.