Publicidade
Manaus
Manaus

Instalada na Zona Oeste de Manaus, nova ponte do Tarumã ainda confunde motoristas

Liberada no fim de semana, o tráfego por uma das vias da ponte Tarumã ainda deixa condutores confusos devido a falta de sinalização 07/10/2015 às 18:10
Show 1
Liberada no fim de semana, nova obra ainda confunde por falta de sinalização
Isabelle Valois Manaus

No último final de semana, uma das vias da ponte do Tarumã, Zona Oeste foi liberada após a retirada da ponte de ferro que estava garantindo provisoriamente o trânsito  no local - colocada pelo 2º Grupamento de Engenharia do Exército. No entanto,  a área apresenta problemas de sinalização na avaliação dos motoristas, principalmente para aqueles  que necessitam seguir em direção à Vivenda Verde.

Para o autônomo Arley Nascimento, 40,  sinalização e fiscalização são primordiais  no cruzamento da ponte para se evitar qualquer tipo de acidente. “Sem a sinalização muitos motoristas não vão saber como e nem o que fazer. Se ficar desse jeito, logo vamos ter acidentes neste trecho”, avaliou.

Conforme os motoristas, além de não haver a sinalização sobre como o motoristas deve proceder na via, a retirada da antiga ponte, sem a conclusão da obra deixou problemas sérios como buracos e pedras. “Espero que a conclusão da obra não demore, pois do contrário muitos carros serão prejudicados com a situação em que se encontra o local”, completou Arley Nascimento.

Diferente dos motoristas, moradores do  Tarumã  estão  satisfeitos com a liberação de pelo menos uma parte das obras. “Quando era a ponte do Exército tínhamos que conviver diariamente com as buzinas dos veículos, pois os motoristas não gostavam de enfrentar o engarrafamento. Desde o último final de semana parece que a tranquilidade voltou, é até estranho”, comentou o empresário Frank Batista, que mora em frente à nova ponte.

Para o mecânico Henrique Prates, 18, a liberação de uma parte da nova ponte melhorou o fluxo no local. Mas ele  acredita que será necessário implantar algumas placas de sinalização no local.

“Sei que a obra ainda não foi concluída, mas se realmente houver fiscalização neste trecho e quando concluírem estiverem todas as sinalizações necessárias, vamos dizer que ganhamos um bom atalho e até uma nova solução pra este local abandonado por muitos”, explicou o mecânico.

A Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra) interditou a estrada do Tarumã para a realização da desmontagem e retirada da ponte de ferro, instalada pelo exército. A interdição acontecia nos dois sentidos da rodovia AM-450.

Anel viário

A Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra) informou que a ponte do Tarumã está inserida no projeto, já em execução, do Anel Sul, que compreende a duplicação do trecho entre a avenida Santos Dumont - a estrada do Aeroporto, e o entroncamento com a Torquato Tapajós, na altura do Café Joelza.

A obra do Anel Sul está inclusa no Projeto Amazonas 2020, do Governo do Amazonas, que prevê intervenções viárias de grande porte em Manaus. Para o Anel Viário, foram destinados cerca de R$ 81 milhões e o prazo para término é de dois anos.