Publicidade
Manaus
Manaus

Interior do Amazonas será contemplado com Samu em 2013

Samu-Amazonas funcionará com unidades móveis fluviais (ambulanchas), que farão a remoção de pacientes das comunidades ribeirinhas para a área urbana dos municípios 02/11/2012 às 09:33
Show 1
Para o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, o atendimento terá melhorias
Náferson Cruz Manaus, Am

Ao menos 34 municípios no Amazonas, dos quais 25 situados na Região Metropolitana Ampliada de Manaus e nove na região do Alto Solimões, serão contemplados, até o final de 2013, com a instalação da Rede de Urgência e Emergência (RUE) e com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que se estenderá aos municípios do interior.

Serão mais de R$ 73 milhões em recursos federais, estaduais e municipais. Os valores já estão sendo aplicados desde agosto, quando iniciaram os estudos para a implementação do projeto no Amazonas.

Segundo o titular da Secretaria de Estado da Saúde (Susam) e presidente do Comitê Gestor de Urgência e Emergência, Wilson Alecrim, com a instalação do programa, os prontos-socorros e Serviços de Pronto Atendimento (SPA) continuarão funcionando, porém com melhorias significativas na ambientação e no atendimento. Entre as melhorias está a implantação da classificação de risco, através da qual os pacientes serão atendidos não só pela ordem de chegada, mas também pela gravidade.

 Capital

 Em Manaus, a rede estadual de saúde conta com seis prontos-socorros, sendo três adultos e três infantis, e oito Serviços de Pronto Atendimento (SPAs), que farão parte das medidas. Dentro do novo desenho no setor da saúde no Estado, conta ainda a inovação no atendimento a pacientes no interior, com a criação do 'Samu-Amazonas', que vai funcionar em 33 municípios - excluindo Manaus, que já possui o serviço.

 (A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).