Publicidade
Manaus
Manaus

Investigador da Polícia Civil é executado em Manaus

De acordo com testemunha, após efetuar os disparos, a dupla fugiu em uma moto preta, na contramão. O presidente do Simpol/AM confirmou a identidade da vítima 15/02/2012 às 16:41
Show 1
O investigador ainda chegou a ser atendido por uma equipe do Samu, mas não resistiu
Síntia Maciel e Thiago Gonçalves Manaus (AM)

O investigador da Polícia Civil, identificado como Billy Graham, foi vítima de disparos de arma de fogo, por volta da 21h desta segunda-feira (13), na avenida Ephigenio Salles (V8), bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul, em frente ao prédio da Oi/Telemar.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Amazonas (Sinpol-AM), Moacir Maia, confirmou o atentado homicida a Graham em via pública.

Uma testemunha contou a reportagem de acritica.com que caminhava pela avenida quando presenciou os disparos contra o policial. “Eu ia passando próximo ao local quando dois homens numa moto preta fizeram os disparos contra o policial que estava em um carro preto.

Ainda de acordo com a testemunha, após efetuar os disparos, a dupla fugiu na contramão. A testemunha disse que soube que a vítima era policial após a chegada do Serviço de Atendimento Móvel Urgente (SAMU). O investigador foi atendido pela  equipe do Samu, mas não resistiu.

Em contato com o Instituto Médico Legal, uma funcionária informou que foi recebido um chamado, por volta das 22h30, do Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Coroado, Zona Leste, para a remoção do corpo do investigador.