Publicidade
Manaus
Manaus

Ipem-AM intensificará fiscalização em embarcações em função do Festival de Parintins

A ação visa verificar os equipamentos de extintores de incêndio das embarcações e se estes estão devidamente certificado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), entre outros 20/06/2012 às 17:35
Show 1
A fiscalização avaliará as condições dos itens de segurança das embarcações
acritica.com Manaus

Com objetivo de garantir a segurança da população que viaja de barco para o interior do Estado, tendo em vista o grande fluxo de passageiros para o Festival Folclórico de Parintins, o Governo do Estado, por meio do Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM), iniciará nesta quinta-feira, 21 de junho, às 9h, no porto da Manaus Moderna, a Operação Parintins. A ação se estenderá até o dia 27, quarta-feira.

A ação visa verificar os equipamentos de extintores de incêndio das embarcações e se estes estão devidamente certificado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro); se possuem selo de conformidade; se estão no prazo de validade; e se estão de acordo com a portaria 206/2011 que aprova o Regulamento Técnico da Qualidade para os Serviços de Inspeção Técnica e Manutenção em Extintores de Incêndio.

Serão verificados os aspectos de segurança, como estado de conservação dos equipamentos, observando se os mesmos estão apresentando corrosão, achatamento, vazamento (nas mangueiras e componentes); se o extintor encontra-se com a pressão adequada de utilização; se os lacres e anel de proteção possuem rupturas; além de identificar se as empresas que realizam a manutenção são autorizadas pelo Ipem.

O diretor-presidente do Ipem-AM, engenheiro Márcio André Brito, informa que esta operação tem intuito de garantir a segurança dos passageiros que utilizam o transporte fluvial, destacando o que se refere à utilização dos extintores de incêndio, para coibir possíveis irregularidades. “Desde janeiro deste ano, os indicadores de pressão que os extintores utilizam também devem ser certificados”.

Em 2011, o órgão fiscalizou 1.957 extintores de incêndio, sendo que 10% estavam irregulares. De janeiro a maio desse ano, 720 extintores foram verificados e uma empresa autuada por fabricar extintores de incêndio sem ser credenciada pelo Ipem-AM.

Se for encontrada alguma irregularidade durante a operação, os responsáveis estarão sujeitos a penalidades como: apreensão, interdição, notificação e autuação.

Dúvidas, sugestões e reclamações dos consumidores devem ser encaminhadas à Ouvidoria do Ipem-AM pelo telefone 0800-092-2020, que funciona de segunda a sexta, de 8h às 12h e de 13h30 às 16h30.