Publicidade
Manaus
Manaus

Jovem de 18 anos é preso em flagrante após estuprar menino de 2 anos em Manaus

A criança brincava em frente de casa, quando foi raptada e levada para um local onde ocorreu o crime 18/04/2015 às 12:50
Show 1
O jovem foi preso em flagrante e na delegacia, ele confessou o crime
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Um jovem de 18 anos foi preso em flagrante por estupro contra um menino de apenas dois anos de idade. O crime ocorreu no conjunto Eduardo Braga, bairro Cidade Nova 1, Zona Norte de Manaus, na tarde desta sexta-feira (17) ontem.

acordo com o adjunto da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), delegado Rafael Guevara, o menino brincava na frente da sua residência, quando foi raptado pelo suspeito que o levou para um local reservado e o estuprou.

Segundo o delegado, a vítima estava sob os cuidados da irmã de 16 anos. “A irmã contou que teve de entrar na casa pra ver seu filho que estava chorando e, em questão de segundos, voltou pra ver o seu irmão e não o viu mais”, explicou Guevara.

Mais tarde, o próprio suspeito veio com o menino e o entregou a irmã, alegando que o havia encontrado nas proximidades. Ao entrar na residência, a vítima contou para a irmã o que o suspeito havia feito com ele. Ao entrar na casa, a vítima contou os detalhes.

Em seguida, a adolescente chamou a mãe e contou o ocorrido. Ela então viu que seu filho havia sido abusado sexualmente e, imediatamente, se dirigiu até a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), pois achava que o suspeito era menor.

Segundo o delegado, uma equipe de investigação se dirigiu até o endereço do suspeito e o apresentou na delegacia. Porém ao olhar o documento de identidade foi constatado que ele era maior de idade e, posteriormente, levado a Depca, onde foi autuado pelo crime. Na sede da Depca, ele confessou o crime. Na manhã de ontem, ele foi encaminhado a cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro, onde irá responder pelo crime de estupro de vulnerável.

Morte de criança A titular da Depca, delegada Linda Glaucia, abriu um inquérito na manhã de ontem para apurar a morte de um menino identificado como Adson Vitor Ribeiro Barão, de 1 ano 7 meses. Consta no registro do Instituto Médico Legal (IML) que a criança foi morta esganadura, traumatismo e asfixia mecânica.

A delegada explicou que não podia dar muitos detalhes do crime, mas adiantou que irá fazer diligências no município de Iranduba, onde ocorreu os princípios de maus tratos. A criança estava internada desde o dia 2 de abril deste mês no hospital da criança Joãozinho, mas faleceu na tarde de anteontem. Linda Glaucia informou que aguarda o resultado do laudo médico para concluir o inquérito policial.