Publicidade
Manaus
Manaus

Jovem esquartejada: tatuagem com nome do filho permitiu reconhecimento de braço

Para a Polícia Civil, pelo menos duas pessoas estão envolvidas no crime, que deixou o pequeno Bruno Nascimento, de apenas quatro anos, órfão de mãe 09/11/2015 às 14:14
Show 1
Ana tinha uma tatuagem de borboleta com o nome do filho - no destaque
acritica.com Manaus (AM)

O reconhecimento do braço de Ana Carolina Nascimento, encontrado no Rio Negro na manhã deste domingo (8), foi possível porque ela tinha uma tatuagem com o nome do filho - Bruno - e uma borboleta.

A jovem, de 18 anos, foi morta na semana passada. Ela estava desaparecida desde domingo (1º). Partes do corpo de Ana foram encontrados na terça-feira (3) nas águas do Igarapé do São Raimundo, na Zona Oeste. Quando foi encontrado, o corpo de Ana, além de esquartejado, estava com 15 perfurações de faca.

A vítima já vinha sendo ameaçada de morte por uma ex-amiga, conforme informou familiares. Segundo o irmão de Ana Carolina, Adriano Nascimento, ela vinha recebendo ligações e mensagens de celular ameaçadoras, feitas supostamente por uma ex-amiga, que não teve o nome revelado, mas que foi ouvida pela polícia. O motivo das ameaças também é desconhecido. Conforme a prima da vítima, Raimunda Cordeiro, a jovem saiu de casa, no bairro Novo Aleixo, no último domingo (1º), dizendo que voltaria logo, mas a família não teve mais notícias.

Para a Polícia Civil, pelo menos duas pessoas estão envolvidas no crime, que deixou o pequeno Bruno Nascimento, de apenas quatro anos, órfão de mãe. 

*Com informações dos repórteres Fábio Oliveira e Kamyla Gomes, do Manaus Hoje