Publicidade
Manaus
Manaus

Julgamento de PM's acusados de atirar em adolescente já dura mais de oito horas, em Manaus

Neste momento, tem continuidade os debates, quando o advogado de defesa e o Ministério Público do Estado (MPE-AM) dispõem analise de provas e argumentos expostos anteriormente, para que seja dado o veredito 07/08/2012 às 18:21
Show 1
PMs no banco dos réus
acritica.com Manaus

O julgamento dos policiais Rozivaldo de Souza Ferreira e André Luiz Castilhos Campos, acusados pela tentativa de assassinato de um menor no ano de 2010, dura mais de oito horas no auditório do Tribunal do Júri, localizado no prédio do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

Neste momento, tem continuidade os debates, quando o advogado de defesa e o Ministério Público do Estado (MPE-AM) dispõem analise de provas e argumentos expostos anteriormente, para que seja dado o veredito.

As provas apresentadas na manhã desta terça-feira (07) pelo MPE foram os vídeos que mostram o momento em que os militares desferiram vários disparos contra o jovem na Rua 50, bairro Amazonino Mendes, Zona Leste de Manaus, na madrugada do dia 17 de agosto de 2010.

Já a defesa dos policiais alegou que os militares foram recebidos a balas pelo grupo de adolescentes do qual o jovem na época com 14 anos supostamente fazia parte.