Publicidade
Manaus
Politica, Eleições Municipais 2012, TRE/AM, Orçamento, Interior do Amazonas

Justiça Eleitoral estima despesas eleitorais no AM, em mais de R$ 11 milhões

Transporte de urnas para localidades de difícil acesso, suporte técnico, alimentação, locação de veículos são alguns dos gastos necessários, para que as eleições sejam realizadas em todo o Estado  29/07/2012 às 19:07
Show 1
Justiça Eleitoral mobiliza pessoas, equipamentos, transporte, serviços de comunicação, entre outros, para garantir eleições em todo o Amazonas
acritica.com Manaus

As despesas da Justiça Eleitoral no Amazonas, com as eleições deste ano, deverão ser da ordem de R$ 11.715.760, conforme a tabela publicada no blog do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM).

De acordo com a planilha, boa parte dos gastos se dá com o transporte de urnas para o interior do Amazonas, onde há localidades de difícil acesso, o que requer uma logística mais adequada.

Os serviços de suporte técnico, seguido da locação de veículos e fornecimento de alimentação para mesários e escrutinadores, aparecem logo atrás, como as atividades que também requerem mais gastos, durante as eleições.

As informações postadas no blog, dão conta de que a Justiça Eleitoral, no período que antecede o calendário eleitoral propriamente dito, mantém uma estrutura mínima. Para se ter uma idéia, o efetivo de pessoal permanente do TRE-AM é de cerca de 400 pessoas em todo o território do Estado, pouco mais de 1% das 33 mil pessoas mobilizadas na época das eleições.

Quando começa o calendário eleitoral, passa a ser levada a cabo uma verdadeira “operação de guerra” no território nacional, para que seja feita a maior eleição eletrônica do planeta.

No Amazonas, as dificuldades tendem a ser maiores, pois as distâncias são grandes, e para muitos municípios e comunidades há apenas o transporte fluvial. Em outros lugares, visto que na Amazônia é época da vazante dos rios, mesmo a navegação fluvial se torna difícil e demorada, o que faz com que certas localidades tenham que ser alcançadas de helicóptero.  

Isso faz com que seja necessária a mobilização de uma infra-estrutura de grande porte, envolvendo pessoas, equipamentos, transporte, serviços de comunicação, entre outros.

Assim, o caminho até a hora que o eleitor aperta a tecla “confirma” e exerce o direito democrático de escolher os seus governantes, é árduo, e move uma estrutura que muitas vezes o cidadão desconhece.

Recursos
Os recursos destinados às despesas necessárias à realização do pleito, bem como para o pagamento do serviço extraordinário, decorrente da maior demanda de trabalho. Estas despesas se dão pela necessidade de realizar contratos com terceiros para viabilizar a realização da eleição. A justiça eleitoral teria um gasto muito grande se mantivesse toda essa estrutura permanentemente.

Portanto, dispõe desses serviços apenas ao longo do calendário das eleições. Dentre outros, podem ser citados os contratos de transporte multimodal de urnas eletrônicas para o interior; transporte rodoviário de urnas eletrônicas na capital; transporte fluvial na capital, em localidades situadas em zona rural; serviço de telefonia móvel para capital; serviço de comunicação via rádio transmissor, entre outros.