Publicidade
Manaus
Manaus

Laudo aponta que sangue encontrado em carro de major não era de moça desaparecida no AM

Segundo informações da polícia, o laudo preliminar aponta que das três manchas encontradas no carro do major do Exército, suspeito de matar Alessandra Silva em São Gabriel da Cachoeira, duas eram de um homem e a outra ainda não foi identificada 12/03/2012 às 16:32
Show 1
Alessandra Silva está desaparecido desde 19/01
Mariana Lima Manaus

Após quase dois meses de investigações sobre o desaparecimento da jovem estudante Alessandra Silva em São Gabriel da Cachoeira (a 851 quilômetros de Manaus) permanece um mistério. Segundo o delegado titular da cidade, informações preliminares do laudo da perícia realizado pela Polícia Civil na cidade afirma que duas, das três amostras de material orgânico encontrado no veículo do major do Exército não são da estudante.

Conforme as informações do titular da 9ª Delegacia Regional, Normando Barbosa, a perícia técnica realizada no carro do Major do Exército, Nildo Gonçalves, no início de fevereiro, detectou três manchas de material orgânico no veículo. Dados preliminares do laudo apontam que duas das manchas correspondem a DNA de um homem e o terceiro resíduo não foi identificado. Os técnicos estão realizando novos exames para tentar identificar a quem pertence o material orgânico.

“Nós tivemos a informação de que os pais da moça enviaram, sem querer, a escova de dente errada, que não pertencia a Alessandra, o que atrasou as investigações. Daqui uns dias nós teremos o resultado final e pensaremos nas novas etapas”, afirma o delegado.

O comerciante Joaquim Silva, pai da estudante, lamenta o atraso nas investigações: “Pra mim só resta tristeza. A minha filha saiu de casa para encontrar com esse homem, alguma coisa ele fez com ela, não é possível”, lamenta.

Segundo as informações do delegado, o principal suspeito do crime o Major e subcomandante geral do Exército na cidade, Nildo Gonçalves, solicitou autorização da Justiça para sair da cidade para fazer um curso. A liberação ainda não foi mantida pela Justiça.

Alessandra sumiu no dia 18 de janeiro, quando saiu de sua residência para comemorar o aniversário do então namorado, o Major Nildo Gonçalves, com quem mantinha um relacionamento amoroso há um pouco mais de um ano.