Publicidade
Manaus
Política, Eleições Municipais 2012, Lula, Dilma Rousseff, vanessa grazziotin, Artur Neto

Lula sobe no palanque de Vanessa Grazziotin no dia 20

Viagem do ex-presidente a Manaus foi confirmada pelo Instituto Lula. Planalto não confirmou vinda de Dilma  08/09/2012 às 21:13
Show 1
O ex-presidente Lula participará de comício na Zona Norte ou Leste de Manaus e fará reunião com a base aliada
Antônio Paulo Brasília

O Instituto Lula confirmou, na última sexta-feira (7), a presença do ex-presidente da República na campanha da senadora Vanessa Grazziotin (PC do B), candidata à Prefeitura de Manaus. A data é 20 de setembro, uma quinta-feira.

Já a participação da presidente Dilma Rousseff ainda não é confirmada pelo Palácio do Planalto, mas o presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, garante: “A presidente Dilma nos assegurou que viajará a Manaus para participar da campanha. Só não falou quando”, declarou o dirigente comunista ao jornal “Correio Braziliense”.

Em solo amazonense, Lula vai participar de um comício ou na Zona Norte – onde Vanessa perde para o adversário direto, Artur  Neto, do PSDB – ou na Zona Leste, reduto eleitoral que a candidata da coligação “Melhor para Manaus”, vence o tucano, segundo a primeira pesquisa A Crítca/Action divulgada no último dia (2). Além da Zona Norte, a consulta mostra que o tucano lidera a disputa nas Zonas Oeste, Centro-Sul e Sul. 

Além do palanque de Vanessa, Lula vai realizar uma reunião política com todos os candidatos da coligação que reúne oito partidos. Além do PCdoB e PT, fazem parte da aliança o PSD, PMDB, PP, PSL, PTN e PV. Somente o PTB, do candidato Sabino Castelo Branco está fora da coligação. O deputado federal reivindica a presença de Lula e Dilma no palanque dele sob o argumento de que o partido também faz parte da base aliada do Governo no Congresso.

Se a agenda de Dilma Rousseff, em Manaus, for mesmo confirmada, ela deverá aproveitar a visita para compromissos institucionais (durante o dia) e à noite subirá no palanque de Vanessa e Vital Melo. A assessoria da candidata também informa que a presidente vai gravar programas de rádio e TV para o horário eleitoral.

União antitucano
Reportagem do “Correio Braziliense”, o primeiro grande jornal nacional a adiantar que Dilma irá a Manaus dar uma força à candidatura de Vanessa Grazziotin, afirma que a presidente da República agiu diretamente na construção da candidatura da senadora do PCdoB. Que Dilma teria negociado com o líder do Governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), e com o governador Omar Aziz (PSD) para que todas as forças se unissem na tentativa de derrotar o candidato do PSDB, Artur  Neto, arqui-inimigo/adversário do Palácio do Planalto.

Até agora, Dilma Rousseff só confirmou presença, no primeiro turno das eleições (7 de outubro), na cidade de São Paulo, para apoiar a candidatura de Fernando Haddad; e em Belo Horizonte, com a intenção de alavancar o nome de Patrus Ananias, ambos do PT.

Gravação de programas eleitorais
Dentre todas as candidaturas do PT, a presidente Dilma já gravou participação nos programas eleitorais de três candidatos a prefeito da base aliada: Patrus Ananias (PT-BH), Eduardo Paes (PMDB-RJ) e Fernando Haddad (PT-SP), cidades estratégicas para a reeleição dela em 2014. A outra previsão é marcar presença na candidatura de Vanessa Grazziotin. Hoje, o PT lidera a disputa em apenas duas capitais: Goiânia (Paulo Garcia) e em Rio Branco (Marcus Alexandre).

Viagem ao Nordeste é suspensa
A pretensão inicial do ex-presidente Lula de percorrer pelo menos 17 estados em campanha pelos candidatos petistas está indo por água abaixo. Nem tanto por restrições médicas, mas pelas dificuldades impostas por aliados e pelo mau desempenho dos concorrentes, que podem atrelar suas derrotas à imagem de Lula, segundo a Agência Globo.

A ida a algumas capitais do Nordeste, esperada por candidatos petistas em queda nas pesquisas, foi cancelada por ora. Só a ida a Salvador, dia 14, está mantida. No Nordeste, a oposição lidera com folga em seis capitais: o PSDB em Maceió, São Luís e Teresina, e o DEM em Fortaleza, Salvador e Aracaju.

O PT lidera apenas em Goiânia, com o atual prefeito, Paulo Garcia, e em Rio Branco, onde Marcos Alexandre aparece na frente com 38% das intenções de voto em pesquisa Ibope de 17 de agosto. Mas, colado nele, com 37%, vem o tucano Tião Bocalon. O PSDB também está na frente do PT em Manaus, João Pessoa e Vitória.

Diante do quadro, Lula reavaliou sua participação e deve centrar esforços em São Paulo e Belo Horizonte, cidades importantes e com chances de melhorar. O secretário nacional de Organização do PT, Paulo Frateschi, disse que, por ora, Lula está priorizando gravações.