Publicidade
Manaus
Amor fraterno

Sempre juntos: mãe ajuda filho a vencer a luta contra a leucemia

Há nove meses, a dona de casa Maria Soares da Silva descobriu que o filho mais novo, Leonardo Silva, tem leucemia. Desde então, deixou a vida interiorana para vencer essa batalha ao lado do filho em Manaus 07/05/2016 às 16:03 - Atualizado em 07/05/2016 às 18:51
Show guerreira
A primeira vez que Leonardo ficou internado, dona Maria passou 86 dias morando dentro da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) / Foto: Aguilar Abecassis
Acritica.com Manaus (AM)

Dona de casa, casada e mãe de dois filhos, um de 26 e outro de 24, há nove meses Maria Soares da Silva, 43, descobriu que o mais novo, Leonardo Silva, tem Leucemia. Desde então a vida dela mudou completamente, pois como a família mora na zona rural do município de Manicoré, distante 333 quilômetros em linha reta de Manaus, ambos tiveram que mudar-se para a capital.

Segundo Maria, a primeira vez que Leonardo ficou internado ela passou 86 dias morando dentro da Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam). “Foram dias difíceis, mas nunca perdi a esperança sobre a cura dele. Deixei tudo e vim para Manaus cuidar do meu filho, pois nunca cogitei a possibilidade de ele morrer por causa dessa enfermidade”, relatou.

Leonardo lembra que desde que soube da doença sempre teve o apoio e carinho da mãe. “Minha mãe é a minha parceira e  amiga. Vejo todo o esforço e sofrimento pelo qual ela vem passando e ainda assim é ela quem me conforta com palavras e gestos de carinho”, disse.

Após a primeira alta médica, ela continuou em Manaus com o filho, na casa de uma tia, pois a cada dois meses ele precisa retornar ao Heomam fazer quimioterapia e se internar novamente. “Nunca perdi a esperança de ver meu filho curado. Estamos vencendo juntos essa doença e tenho fé de que no tempo certo ele irá receber alta definitiva”, afirmou a mãe.

A dona de casa conta que desde que veio para Manaus, vê a família apenas uma vez por mês, quando eles veem visitar ela e Leonardo. “Sinto saudades da minha vida no interior, do meu esposo, do meu outro filho e dos netos que tenho em casa. Mas toda essa renúncia está valendo a pena, pois hoje vejo o meu filho se recuperando a cada dia mais e sei que Deus está agindo em benefício da saúde dele”, desabafou a mãe guerreira.