Publicidade
Manaus
Manaus

Mãe de alunos denuncia condições precárias em anexo de escola em Manaus

De acordo com a mãe de dois alunos, o local improvisado para as aulas apresenta diversas condições insalubres que prejudicam desempenho dos estudantes 09/11/2012 às 15:06
Show 1
Alunos reclamam de calor e odor de esgoto, segundo mãe
acritica.com Manaus (AM)

Uma leitora do acritica.com, que pediu para não ser identificada, denuncia precariedade no prédio anexo a Escola Estadual  Professor Júlio César de Moraes Passos, onde dois filhos estudam. Ela afirma que, atualmente, crianças recebem aulas em sala que antes abrigou um banheiro.

De acordo com a mãe dos alunos, um de 11 anos de idade que cursa o 6º ano do ensino fundamental, e outro de 14 anos que cursa o 7º ano, o local improvisado para as aulas apresenta diversas condições insalubres que prejudicam desempenho dos estudantes.

“Não tem estrutura nenhuma, é muito quente, muito odor de esgoto, um espaço muito pequeno onde já funcionou um banheiro", afirma a leitora. "As crianças não aprendem nada", completa.

Segundo a mãe dos estudantes, a situação ocorre desde março, e as crianças reclamam. "Acredito que não tinha mais vagas na escola mesmo e os alunos foram  transferidos para o anexo", comentou.

A escola Júlio César fica localizada na Avenida Max Teixeira, bairro Cidade Nova 1, Zona Norte de Manaus. As fotografias  do prédio anexo, enviadas pela internauta, revelam assentos deteriorados e até um "ralo" no chão da sala de aula. Veja a galeria de imagens.

Resposta
A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) ficou de enviar uma nota de posicionamento após levantamento das informações.