Publicidade
Manaus
Manaus

Magistrados do Amazonas terão aulas sobre conciliação

O curso abordará, entre outros temas, o momento e a maneira com que devem ser encaminhados casos para a conciliação e a mediação. A previsão é que 200 magistrados sejam treinados, no Amazonas. 29/11/2012 às 18:36
Show 1
No Amazonas, o curso acontecerá no Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas
acritica.com Manaus (AM)

Os magistrados do Amazonas e de outros sete estados receberão aulas sobre administração e resolução de conflitos com técnicas de conciliação. Os cursos serão ministrados por 200 instrutores formados pela parceria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam). No Amazonas, a previsão é que 200 magistrados sejam treinados, no dia 22 de fevereiro de 2013, no Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas.

O curso abordará, entre outros temas, o momento e a maneira com que devem ser encaminhados casos para a conciliação e a mediação; a Resolução n. 125 e o papel do magistrado nos processos, além de outros pontos que contribuirão para permitir aos juízes observar o panorama geral do conflito e formas de resolução.

Ao todo o curso terá oito horas, mas cada tribunal adequará suas necessidades à grade horária que melhor convier aos seus servidores. A organização do curso ficou a cargo de cada tribunal, com possível coordenação do Núcleo de Conciliação ou da Escola da Magistratura local.

“Temos identificado muitos magistrados que não acreditam na conciliação ou na mediação como instrumentos eficazes para solucionar conflitos. Esse curso é uma oportunidade para desfazermos certos preconceitos”, afirmou André Gomma, integrante do Comitê Gestor de Movimento pela Conciliação do CNJ.

Para cada treinamento serão indicados de dois a três magistrados (estaduais e federais) capacitados no curso de Formação de Multiplicadores em Técnicas de Mediação para Magistrados oferecido em maio deste ano na Enfam.