Publicidade
Manaus
Manaus

Mais de 150 kg de produtos impróprios para consumo são apreendidos durante blitz

A apreensão ocorreu no Baratão da Carne, que ainda foi autuado e multado pelo Procon-AM em R$ 40 milA apreensão ocorreu no Baratão da Carne, que aindafoi autuado e multado pelo Procon-AM em R$ 40 mil 25/05/2012 às 16:52
Show 1
Os fiscais apreenderam mais de 150 kg de itens perecíveis que, segundo a DVisa, estavam completamente fora dos padrões para consumo humano
acritica.com Manaus

 Mais de 150 kg de produtos impróprios para consumo foi apreendida na manhã desta sexta-feira (25) no supermercado Baratão da Carne, bairro Mutirão, Zona Norte de Manaus. A apreensão é resultado da blitz realizada pela Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Amazonas (CDC/Aleam), em parceria com a Delegacia do Consumidor (Decon), o Departamento Municipal de Vigilância (DVisa) e o Procon/AM, que autuou o estabelecimento e ainda aplicou uma multa de R$ 40 mil.

Os fiscais apreenderam mais de 150 kg de itens perecíveis — ingredientes para feijoada (charque, carne suína e miúdos), linguiça e pé de moleque — que, segundo a DVisa, estavam completamente fora dos padrões para consumo humano.

Conforme nota do órgão, os ingredientes para feijoada estavam sendo comercializados de forma inadequada, expostos a insetos, sem prazo de validade, embalagem e informações sobre a origem. Já as linguiças, embora estivessem embaladas, apresentavam características alteradas e odor de produtos estragados. Por conta destas infrações — produtos mal condicionados e adulterados— o departamento municipal lavrou um auto de infração ao estabelecimento, que ainda pode ser penalizada com uma multa, após análise do relatório de fiscalização. 

A sequência de irregularidades foi confirmada pelos fiscais do Procon/AM que retiraram das prateleiras pacotes de pés de moleque por não apresentarem as informações de origem na embalagem, além de recolher e enviar para a perícia do Decon postas de mortadela, cuja data de validade apresentava características de adulteração. A delegacia irá abrir um processo investigativo para apurar o possível “crime” de adulteração de produtos.

Todo o material apreendido foi inutilizado no próprio estabelecimento e será encaminhado ainda hoje para a lixeira municipal de Manaus. A direção do supermercado atendeu aos fiscais, mas preferiu não dar entrevista.

“O resultado da blitz é uma satisfação para a sociedade. Com a apreensão desses produtos, o Baratão da Carne foi autuado e multado pelo Procon/AM em R$ 40 mil”, afirmou o chefe da fiscalização do Procon/AM, Antônio Gesta.