Publicidade
Manaus
Manaus

Mais de 326 mil imóveis serão vistoriados durante Operação contra a Dengue

O objetivo principal é orientar a população e exterminar os focos de acúmulos de água, frequentes na época de chuva, propícios para a criação do mosquito transmissor da doença 05/12/2012 às 12:07
Show 1
A eliminação dos focos de mosquitos transmissores da dengue é necessária
Bruna Souza e Florêncio Mesquita Manaus, Am

Na manhã desta quarta-feira (5), a Prefeitura Municipal de Manaus lançou no Parque Municipal do Idoso, localizado no bairro Nossa Senhora das Graças, Zona Centro-Sul, a ‘Operação Impacto de Combate à Dengue’ que deve começar no mês de dezembro e se estender por 60 dias, até o início de 2013.

A operação deve percorrer todas as zonas da cidade, totalizando aproximadamente 326,5 mil imóveis visitados da área urbana. A ação conta com o apoio das Forças Armadas e Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) do Governo do Estado.

O Exército Brasileiro vai atuar na Zona Norte e Oeste, a Marinha na Zona Sul, Corpo de Bombeiros nas escolas municipais em parceria com os servidores da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) e os 2,2 mil agentes de saúde auxiliarão nas demais áreas da cidade, indo de casa em casa.

O objetivo principal é orientar a população e exterminar os focos de acúmulos de água, frequentes na época de chuva, propícios para a criação do mosquito transmissor da doença.

Dengue

A dengue é uma doença causada por um vírus, transmitido por meio da picada de um inseto conhecido como ‘Aedes Aegypti’. As vítimas têm geralmente como sintomas: a febre elevada, dores musculares e nas juntas, dor nos olhos, falta de apetite e manchas vermelhas espalhadas pelo corpo.

É importante fica atento, pois cerca de 90% dos focos de acúmulos de água estão dentro das residências, em locais como tampinhas de garrafas jogadas no quintal, vasos de plantas, caixas d’águas, tambores, lixeiras, cisternas, sacos plásticos e etc.

Dicas

Para prevenção da doença é preciso tomar algumas medidas, entre elas:

Não deixar água da chuva acumulada sobre lajes;

Deixar tambores e baldes tampados, evitando o acúmulo de água;

Limpar a calhas ou cisternas, retirando folhas e lixo que possam impedir que a água da chuva escorra normalmente;

Trocar a água e lavar os vasos de plantas pelo menos uma vez por semana;

Encher de areia pratos de vasos de plantas;

Guardar garrafas de cabeça para baixo;

Não deixar pneus velhos jogados no quintal ou terreno baldio; entregá-los para o serviço de limpeza urbana;

Manter a lixeira bem fechada e não jogar lixo em terrenos baldios.