Publicidade
Manaus
Manaus

Mais de 50% das vagas oferecidas pelo Sine Manaus não são preenchidas

Órgão ofereceu mais de nove mil vagas entre janeiro e julho deste ano para trabalhadores da capital. Sabia como se inscrever nas seleções 16/08/2012 às 07:59
Show 1
Carpinteiro
Ana Carolina Barbosa Manaus

Das 9,1 mil vagas ofertadas pelo Sine Manaus (vinculado ao Serviço Nacional de Empregos), entre janeiro e julho deste ano, 4,9 mil, ou seja, 54%, não foram preenchidas. Associada a essa realidade estão a falta de qualificação, o baixo desempenho dos candidatos durante a seleção e a desistência de alguns trabalhadores em função dos baixos salários oferecidos, informou o diretor do órgão na capital, Thiago Medeiros.

Ele também atribui o baixo desempenho de alguns candidatos à má qualidade do ensino que lhes é oferecido, o que faz com que alguns não sejam aprovados na seleção. De acordo com ele, entre as vagas oferecidas, 4,2 mil foram preenchidas. No caso das vagas remanescentes, após a reprovação do candidato, a empresa volta a ofertá-la com o auxílio do Sine.

"Há casos de candidatos que na hora de fazer as provas de português ou matemática durante a seleção, acabam não conseguindo passar. Além disso, às vezes o próprio trabalhador recusa o emprego por entender que o salário é menor do que ele esperava" Essa última situação, conforme Thiago, ocorre, geralmente, com trabalhadores das áreas de produção industrial e construção civil, cujos salários oferecidos são, em média, de R$ 800 e R$ 1,1 mil, respectivamente.

As vagas oferecidas pelo Sine Manaus no primeiro semestre deste ano foram para auxiliar de linha de produção, auxiliar de limpeza, pedreiro, auxiliar de pedreiro, carpinteiro, eletricista, auxiliar de escritório, auxiliar administrativo, vendedor, garçom, auxiliar de cozinha e agente de portaria.

Oferta de vagas e perfil

A oferta de vagas ocorre, segundo Thiago Medeiros, a partir do contato do Sine com as 1,5 mil empresas cadastradas, ou, ainda, quando a própria empresa procura o serviço.

Hoje, o órgão possui mais de 150 mil trabalhadores cadastrados no banco de dados, que começou a ser abastecido em 2008, com o lançamento do serviço na capital. "Atendemos a mais de 600 pessoas por dia, atualmente, entre (formalização de) Seguro Desemprego, emissão de Carteira de Trabalho e em busca de oportunidades de emprego", ressaltou.

Mesmo com o alto índice de vagas não preenchidas, ele acredita que a capital vem mostrando um bom desempenho, já que a média nacional de preenchimento é de 20% e, em Manaus, se aproxima dos 50%.

A tendência é que este percentual cresça ainda mais acompanhado do interesse do profissional pela qualificação. "Antigamente, o perfil dos trabalhadores que buscam essas vagas incluía apenas a formação no ensino fundamental e hoje a maioria terminou o ensino médio".

Em percentuais, os que concluíram o ensino médio ficam com aproximadamente 70% das vagas e apenas 10% delas são preenchidas por profissionais com ensino superior.

"Quem tem formação superior acha que não existe vaga para o perfil dele no Sine, mas se engana. Geralmente, a maioria das vagas ofertadas para este tipo de trabalhador é nas áreas da engenharia civil e de produção", garantiu. Outra curiosidade citada pelo diretor é a faixa-etária dos candidatos, que geralmente tem entre 20 e 40 anos.

Como se inscrever?

Os trabalhadores interessados em participar dos processos seletivos para o preenchimento de vagas devem seguir as seguintes orientações: procurar um dos três postos de atendimento (Centro, no Edifício Garagem, localizado na avenida Floriano Peixoto; avenida Max Teixeira, na Cidade Nova; Morro da Liberdade, próximo ao Prosamim) com documentação original em mãos, como CPF, RG, comprovante de residência e certificados de escolaridade e cursos adicionais.

Além disso, o candidato tem a opção fazer o cadastro pela internet no site maisemprego.mte.gov.br. Nele, é possível fazer a reserva da vaga para, em seguida, seguir a um dos postos do Sine com a taxa de encaminhamento que pode ser impressa no site. Ao chegar no local, o profissional será encaminhado à seleção, passando antes pela orientação de um funcionário.