Publicidade
Manaus
Manaus

Manaus é a capital menos desenvolvida do Brasil, aponta estudo da Firjan

Entre as mais desenvolvidas, depois de Curitiba, estão São Paulo (SP), Vitória (ES) e Belo Horizonte (MG). Já entre as menos desenvolvidas, depois de Manaus, estão Macapá (AP), Maceió (AL) e Boa Vista (RR) 03/12/2012 às 19:33
Show 1
O quadro mostra os índices da região Norte no quesito Emprego & Renda
acritica.com Manaus

Manaus é a capital menos desenvolvida do País, aponta o ranking da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) divulgado nesta segunda-feira (03/12), a qual considera fatores como o nível de emprego, renda e indicadores da saúde e educação. A cidade mais desenvolvida é Curitiba (PR). Os dados analisados são de 2010.

Entre as mais desenvolvidas, depois de Curitiba, estão São Paulo (SP), Vitória (ES) e Belo Horizonte (MG). Já entre as menos desenvolvidas, depois de Manaus, estão Macapá (AP), Maceió (AL) e Boa Vista (RR).

A classificação das capitais foi feita com base no Ifdm - Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal. Trata-se de um estudo anual que acompanha o desenvolvimento de todos os mais de cinco mil municípios brasileiros em três áreas: Emprego & Renda, Educação e Saúde. Ele é baseado em estatísticas disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde.

Conforme informações da Firjan, o índice varia de 0 a 1. Quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento da localidade. No caso de Manaus, a média foi 0,7043 (variação de 3,6% no comparativo com 2010), enquanto que a de Curitiba, que está no topo da lista do desenvolvimento, o índice foi 0,9024 (variação de 3,4% em relação ao ano anterior).

Nos três quesitos considerados, a educação foi o que apresentou o índice mais baixo na capital amazonense: 0,6773. Saúde ficou com 0,7187 e emprego e renda com 0,7170.

Estado

A situação piora se considerados todos os 62 municípios do Amazonas. A lista mostra que Itapiranga é a que teve o melhor desempenho, conforme o índice Firjan, pontuando 0,7519, seguida pela capital Manaus. Contudo, Canutama e Beruri não pontuaram e outros seis municípios ficaram abaixo de 0,2 pontos: Japurá, Tonantins, Codajás, Rio Preto da Eva, Tapauá e Atalaia do Norte. Outros 27 ficaram abaixo de 0,3 e os demais abaixo de 0,6.

Na tabela que mostra a distribuição dos níveis de desenvolvimento por região – quesito Emprego e Renda -, avaliando o Norte do País, ficou constatado que apenas 1.8% dos municípios apresentaram alto desenvolvimento (superior a 0,8). Além disso, 4% tiveram desenvolvimento moderado (de 0,6 a 0,8 pontos – quadro em que se encontra Manaus), 16.3% tiveram desenvolvimento regular (entre 0,4 e 0,6 pontos) e 75,7% apresentaram baixo desenvolvimento (inferior a 0,4 pontos, situação em que se enquadram 52 municípios do Amazonas).

A equipe de acritica.com tentou contato com a Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) para comentar a pesquisa, mas até a conclusão da reportagem não obteve retorno. O Governo do Estado, por meio da Agência de Comunicação (Agecom), irá se pronunciar na próxima terça-feira sobre o assunto.


Veja a lista com a posição de cada capital e a variação entre 2009 e 2010.

Curitiba

PR

0,9024

3,4%

São Paulo

SP

0,8969

0,4%

Vitória

ES

0,8927

1,0%

Belo Horizonte

MG

0,8756

2,7%

Florianópolis

SC

0,8737

0,7%

Palmas

TO

0,8644

1,8%

Goiânia

GO

0,8610

2,0%

Campo Grande

MS

0,8578

-0,4%

Rio de Janeiro

RJ

0,8501

0,7%

10º

Porto Alegre

RS

0,8329

2,8%

11º

Cuiabá

MT

0,8292

3,3%

12º

Recife

PE

0,8258

2,1%

13º

Teresina

PI

0,8181

-2,3%

14º

Natal

RN

0,8156

1,8%

15º

Porto Velho

RO

0,8072

1,3%

16º

João Pessoa

PB

0,7987

1,6%

17º

Aracaju

SE

0,7978

0,7%

18º

Fortaleza

CE

0,7880

0,5%

19º

Belém

PA

0,7855

2,5%

20º

São Luís

MA

0,7831

4,3%

21º

Salvador

BA

0,7697

0,8%

22º

Rio Branco

AC

0,7691

8,2%

23º

Boa Vista

RR

0,7687

0,8%

24º

Maceió

AL

0,7449

-2,0%

25º

Macapá

AP

0,7194

2,9%

26º

Manaus

AM

0,7043

3,6%