Publicidade
Manaus
Manaus

Manaus possui ônibus suficientes para a implantação do BRT, segundo SMTU

O BRT é um sistema de corredores exclusivos para o trânsito de veículos de transporte de massa similar ao Expresso, que teve sua implantação iniciada em Manaus pelo então prefeito Alfredo Nascimento, mas que não teve continuidade 18/08/2012 às 12:19
Show 1
Hoje, foram entregues 85 ônibus articulados novos em Manaus
Ana Carolina Barbosa Manaus

Os 161 ônibus articulados existentes em Manaus hoje são suficientes para garantir o funcionamento do sistema de transporte de massa Bus Rapid Transit (BRT), o qual dependerá, agora, da estrutura física – implantação de corredores exclusivos – para passar a funcionar na capital. A informação é do superintendente Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Wesley Aguiar. Os articulados representam 18,3% dos 881 veículos novos entregues pelo executivo municipal nessa gestão e 9,4% do total da frota, hoje composta por 1719 carros.

Cada veículo tem capacidade para 157 passageiros – 102 pessoas em pé e 55 sentadas. O sistema BRT deve começar a ser implantado, conforme previsão da SMTU, até o final deste ano, com as obras do corredor Leste e deve ter continuidade na próxima gestão.

Hoje, a Prefeitura de Manaus entregou, no bairro Santa Etelvina, Zona Norte, 85 novos ônibus articulados adquiridos pelas empresas Rondônia e Integração. Wesley Aguiar explica que, muito embora o número de veículos adquiridos após a licitação promovida pela prefeitura visando a renovação da frota tenha chegado a 881, ultrapassando os 858 previstos em contrato, ainda restam 74 a serem entregues das empresas Global e Transtol.

Ele ressaltou que algumas empresas aproveitaram o financiamento para renovar suas frotas, adquirindo mais veículos que o previsto em contrato. Já outras, ainda estão pendentes da entrega de alguns carros e a previsão é que isso ocorra até o final deste ano, informou o superintendente.

Ônibus novos e idade média da frota


De acordo com Wesley Aguiar, os novos ônibus entregues hoje serão destinados às linhas troncais – aquelas cujos veículos saem dos terminais 3 (Cidade Nova),4 (Cidade de Deus) e 5 ( São José), seguem para o Centro e retornam aos bairros. Serão beneficiadas as seguintes linhas: 600, 650 e 652 (Zona Leste) e 300, 350, 351 e 448 (Zona Norte).

Já os veículos que atendiam a esses itinerários, serão remanejados para as áreas mais necessitadas da cidade.

Os novos veículos que chegaram à capital reduziram a idade média da frota de 7,3 anos para 2,6, totalizando uma renovação de 60%. O sistema atende, por dia, cerca de um milhão de passageiros.