Publicidade
Manaus
Manaus

Manaus terá posto de atendimento ao migrante no terminal rodoviário

Postos como esse estão nos principais locais de entrada e saída do Brasil, para a recepção a pessoas deportadas e não-admitidas em outros países 05/03/2012 às 10:54
Show 1
Postos como esse estão nos principais locais de entrada e saída do Brasil, para a recepção a pessoas deportadas e não-admitidas em outros países
acritica.com Manaus

O primeiro posto avançado de atendimento humanizado ao migrante, instalado em terminal rodoviário, começa a funcionar nesta segunda-feira (5), em Manaus. Postos como esse estão nos principais locais de entrada e saída do Brasil, para a recepção a pessoas deportadas e não-admitidas em outros países.

Nos postos avançados, uma equipe interdisciplinar identifica, por exemplo, possíveis vítimas de tráfico de pessoas e oferece a elas acolhimento na rede de assistência local. As denúncias recebidas serão encaminhadas às autoridades competentes.

Os postos também desenvolvem campanhas para informar aos passageiros sobre como se prevenir do tráfico de pessoas e como obter suporte, através dos consulados brasileiros e de outras organizações no exterior, no caso de sofrerem alguma violência.

O novo posto inaugurado em Manaus é fruto de convênio firmado entre o governo do Amazonas e o Ministério da Justiça em 2010, no valor de R$ 505 mil.

Com esse investimento serão instalados outros onze postos no interior do estado. O próximo deve ser aberto ainda este mês, no município de em Manacapuru.

Atualmente, em todo o Brasil, estão em funcionamento cinco postos avançados. São quatro de atendimento humanizado aos migrantes: nos aeroportos internacionais de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Fortaleza (CE), um no porto de Manaus (AM) e outro na alfândega Brasil-Peru, na cidade de Assis Brasil (AC).  Há também um posto avançado de direitos para viajantes, no aeroporto de Belém (PA).