Publicidade
Manaus
RESPOSTA

Manausluz instala luminárias em rua que estava sem iluminação pública há 3 anos

O Portal A Crítica publicou nessa quinta-feira (15), reportagem denunciando a situação de rua do bairro Petrópolis. Prefeitura afirmou que desconhecia caso até a publicação da matéria 16/03/2018 às 11:48
Show whatsapp image 2018 03 15 at 22.03.59
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Na manhã dessa quinta-feira (15), uma equipe da Manausluz instalou as luminárias dos dois postes da rua Tomás de Oliveira, no bairro Petrópolis, Zona Centro-Sul, que estavam sem iluminação pública desde que foram implantados no local, há cerca de três anos, em substituição a outros de madeira.

Moradores da rua disseram para a reportagem do Portal A Crítica que procuraram a Manausluz e, após cansarem de esperar a instalação das luminárias, foram em busca de conseguir, pelo menos, o cancelamento da tarifa de iluminação pública, que continuou sendo cobrada durante todo esse tempo. 

A Unidade Gestora de Projetos Municipais e Abastecimento de Energia Elétrica (UGPM Energia), órgão da prefeitura responsável pela Manausluz, enviou nota à redação esclarecendo que a responsabilidade pela troca de postes na cidade não é da prefeitura, conforme disse um dos moradores na reportagem publicada pelo Portal A Crítica, denunciando o caso. 

A UGPM Energia também afirmou que, antes da publicação da reportagem, não foi contatada pelos moradores sobre reclamação de falta de iluminação pública na via. E destacou ainda que só ficou sabendo do caso após questionamento da reportagem na última segunda-feira (12).

“Na mesma noite foi enviada uma equipe ao local para realizar a inspeção técnica e verificar os procedimentos a serem adotados. A ordem de serviço foi despachada e executada na manhã desta quinta-feira, 15”, ressaltou a nota, enviada juntamente com um documento que confirma a data da inspeção. 

A UGPM ressaltou a importância de a população, nos casos de falta de iluminação pública, acionar a Manausluz pelo telefone 0800 201 0001. O usuário deve anotar e guardar o número do protocolo do atendimento, a fim de, caso necessário, assegurar o rastreamento do pedido de manutenção.

Publicidade
Publicidade