Publicidade
Manaus
PRÉ-CANDIDATOS

Marina lança Luiz Castro ao Senado e Júnior Brasil para o Governo do Amazonas

Rede Sustentabilidade aposta, ainda, na candidatura do professor universitário Gersem Baniwa para ser o primeiro deputado estadual indígena do Amazonas 21/04/2018 às 12:31
Show whatsapp image 2018 04 21 at 10.47.49
(Foto: Euzivaldo Queiroz)
acritica.com* Manaus

Em evento realizado na Assembleia Legislativa do Estado, a Rede Sustentabilidade lançou a pré-candidatura do deputado Luiz Castro ao Senado e do policial federal Júnior Brasil ao Governo do Estado. A cerimônia foi comandada pela pré-candidata do partido à Presidência da República, Marina Silva.

Em seu quinto mandato como deputado estadual, Luiz Castro vai abrir mão da disputa pela reeleição para tentar uma vaga no Senado. Este ano, serão dois eleitos pelo Amazonas, uma vez que os mandatos de Eduardo Braga e Vanessa se encerram no fim de 2018. "Ao chegar no Senado vou abrir mão de qualquer gratificação  e vou depender apenas do meu salário. Não precisamos do céu agora, isso fica para depois para a eternidade", afirmou Castro, que também já foi, por duas vezes, prefeito de Envira.

LEIA MAIS: O povo precisa fazer a operação “Lava Voto”, diz Marina Silva, em Manaus

Para a vaga de Luiz Castro na Assembleia, uma das principais apostas do partido é o professor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) Gersem Baniwa, coordenador do Fórum de Educação Escolar Indígena do Amazonas (Foreeia) e ex-secretário de Educação de São Gabriel da Cachoeira. Nascido na Aldeia Yaquirana, terra indígena no Alto Rio Negro, ele é formado em Filosofia e Doutor em Antropologia Social.  

"A Rede tem a felicidade de ter uma candidatura indígena que se Deus quiser haverá de ser muito forte. Estamos apostando muito que a Rede terá a felicidade de eleger os primeiros candidatos indígenas no Brasil e um deles aqui no Amazonas", afirmou Marina Silva.

No evento, Marina recebeu o apelo  de comunidades indígenas da etnia Ticuna de Manaus para que ela tenha um olhar diferenciado para os povos indígenas. Marina participou de performance com os ticunas da "dança dos povos".

No total, o partido apresentou 35 pré-candidatos, entre estaduais e federais.

*Com informações de Nais Campos

Publicidade
Publicidade