Publicidade
Manaus
Polícia, Assassinato, Prisão, DEHS

Matador de goleiro é encaminhado para a cadeia

Preso em cumprimento de um mandado judicial de prisão, Heberson Monteiro, o "Pesadelo", assumiu o crime, em depoimento na DEHS, e alegou que vinha sendo ameaçado pela vítima 03/01/2013 às 16:07
Show 1
Familiares da vítima fizeram protesto para que assassino não seja solto
acritica.com Manaus

Sob a alegação de ter matado o goleiro Cleuto Ferreira Frade, 36, no último dia 22 de dezembro, para se defender de supostas ameaças, Heberson Monteiro Lopes, 22, o “Pesadelo”, assumiu o crime em depoimento prestado na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), sendo encaminhado nesta quinta-feira (3) à tarde para a cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus.

A prisão de “Pesadelo” ocorreu nessa quarta-feira (2), em cumprimento a uma ordem judicial. Na delegacia, o acusado foi indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil.

O assassinato ocorreu no bairro Crespo, Zona Sul de Manaus, e conforme os relatos de “Pesadelo”, repassados pela polícia, o mesmo ocorreu em virtude de uma desavença entre a vítima e o acusado.

Há aproximadamente um mês um sobrinho de Cleuto teria furtado uma arma de brinquedo de “Pesadelo”. Ao tomar satisfação do episódio com o goleiro, este teria agredido “Pesadelo” com um tapa no rosto.

O acusado então jurou vingança, matando Cleuto com um tiro na cabeça.

Nessa quarta-feira, familiares da vítima realizaram protestos em frente às sedes da DEHS e do Fórum Henoch Reis, exigindo à polícia e à Justiça que “Pesadelo” não seja solto.

Cleuto era goleiro de um time de peladas o "Los Garapeiros", do bairro em que morava.