Publicidade
Manaus
Manaus

Médicos e usuários de planos de saúde podem denunciar irregularidades no Amazonas

A Comissão Estadual de Honorários Médicos decidiu colher denúncias dos planos de saúde através da Ouvidoria de Saúde do Sindicato dos Médicos do Amazonas que serão apresentadas durante o mês comemorativo ao dia do médico, em outubro 29/08/2012 às 15:03
Show 1
Coordenador, doutor Mario Vianna, acredita que a participação da sociedade e dos médicos na campanha vai fortalecer o movimento no estado
acritica.com Manaus (AM)

A Comissão Estadual de Honorários Médicos (CEHM) - Amazonas, a fim de ouvir médicos e a sociedade em geral sobre as dificuldades enfrentadas no relacionamento com os planos de saúde, lançou a campanha que visa colher informações sobre a atuação das operadoras de planos de saúde no Estado.

O coordenador, doutor Mario Vianna, acredita que a participação da sociedade e dos médicos na campanha vai fortalecer o movimento no estado amazonense. “As entidades médicas no Amazonas estão unidas, precisamos agora aproximar usuários e médicos desta luta, pois juntos somos fortes”, destacou.

A mobilização integra o plano de ação que está sendo formatado pela Comissão composta pelo Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam), Conselho Regional de Medicina (Cremam) e Associação Médica do Amazonas (AMA). “No mês de outubro serão realizadas várias atividades com a orientação da Comissão Nacional de Saúde Suplementar (Comsu) e apoio das Sociedades e Cooperativas/Empresas de Especialidades Médicas”, informou a coordenação.

No dia 31 de agosto, o coordenador da CEHM participa, em Brasília, de uma reunião da Comissão Nacional de Saúde Suplementar (Comsu), na sede do Conselho Federal de Medicina, onde serão apresentadas as propostas de mobilização no Amazonas para o mês de outubro. Outros temas também serão discutidos como a duração do protesto em cada estado, o formato do protesto, hierarquização, contratualização, PL 6964/2010 e Resolução Consu-ANS nº 8/1998.

Denúncias

A campanha “Fale sobre seu plano de saúde” visa colher informações sobre a atuação das operadoras no Estado, através do e-mail ouvidoria@simeam.org.br ou pelos telefones 092 3651-7798/3308-9313.