Publicidade
Manaus
Manaus

Medidas para revitalizar o Centro de Manaus começam a ser implementadas segunda-feira

Coleta seletiva e retirada de roupas em exposição nas calçadas darão início às medidas adotadas para revitalizar o Centro Histórico de Manaus 04/01/2013 às 18:25
Show 1
Rua Marechal Deodoro, considerada a mais problemática, é tomada por camelôs e lojistas ocupando as calçadas
Ana Carolina Barbosa e Augusto Costa Manaus

Na próxima segunda-feira (07/01), a Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) e a Extraordinária para Requalificação do Centro de Manaus, iniciam as ações que objetivam revitalizar o Centro de Manaus, com a implantação de coleta seletiva e retirada de ‘araras’ para exposição de roupas colocadas por comerciantes nas calçadas, abrindo espaço para os pedestres.

Durante a reunião, nesta tarde, na sede da Associação Comercial do Amazonas (ACA), no Centro, também ficaram definidas as seis metas para resolver o problema dos vendedores ambulantes que trabalham no Centro de forma aleatória. A ideia é reordenar o espaço público.

São elas: identificar quais são os camelôs que vivem da atividade; levantar quais querem mudar de profissão e estudar a possibilidade de indenizá-los; criar centros comerciais populares na cidade; levantar quais querem migrar para outras áreas da cidade; realocar camelôs para prédios históricos que terão galerias comerciais e criar centros de comércio próximos a terminais e paradas de ônibus. A data do início das medidas não foi informada.

Cerca de 30 empresários participam da reunião, além de representantes dos camelôs, o secretário de Limpeza do município, Paulo Farias, o presidente da ACA, Ismael Bicharra, e o secretário de Requalificação do Centro, Rafael Lemos Assayag.

Comprometimento

Sobre a retirada das roupas em exposição nas calçadas, em ‘araras’, o presidente da ACA se comprometeu em intervir para a manutenção do acordo. Ele ressaltou que as prioridades para atender as reivindicações da classe são melhorias na coleta de lixo, mobilidade urbana e a reforma das calçadas.

No caso da coleta seletiva, um abaixo assinado elaborado com a participação de dois mil comerciantes da área foi entregue aos membros da prefeitura com o pedido de implementação. Atendendo a solicitação, a coleta será feita a partir de sacos plásticos de diferentes cores, os quais possibilitarão a separação dos resíduos, como plástico, papel, entre outros.