Publicidade
Manaus
Manaus

Menos de uma semana após pintura, viadutos de Manaus são alvo de pichações

Os complexos viários da Djalma Batista e da avenida Umberto Calderaro Filho  - ambos na Zona Centro Sul de Manaus - foram pichados com frases de protesto contra a realização da Copa do Mundo no país 26/05/2014 às 21:43
Show 1
Vândalos depredaram patrimônio público em menos de uma semana após terem sido pintados em alusão à realização da Copa do Mundo em Manaus
Bruno Strahm Manaus (AM)

Em menos de 24h, dois viadutos de Manaus, pintados com as cores verde e amarelo especialmente para a Copa do Mundo apareceram pichados com dizeres de protesto contra a realização do mundial no Brasil.

No último domingo (25) o complexo viários Professora Lilia Borges de Sá, da Avenida Djalma Batista, na Zona Centro Sul da cidade, foi alvo de depredação. Nesta segunda (26) o viaduto Umberto Calderaro Filho, também na ona Centro Sul, foi pichado.

A pintura de áreas da cidade com o tema Copa foi realizada sob a responsabilidade da  Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e a Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom). O trabalho foi terminado na última quinta-feira (23).

Antes de aparecer pichada, o viaduto Professora Lilia Borges de Sá já havia sido alvo de pichação, mas virtual. Circulou nas redes sociais uma montagem com as paredes do local repleta de dizeres de protesto. Parecia um prenúncio do que aconteceria poucas horas depois, com o surgimento das marcas, desta vez, reais.

A Manauscult não respondeu à solicitação de informações requerida pela reportagem até o fechamento desta edição. Já  Semcom, lançou nota lamentando o ocorrido. “"A Prefeitura lamenta que as pessoas façam má utilização do patrimônio público. A pintura será refeita e haverá uma maior fiscalização no local, na esperança de que isso não volte a acontecer".