Publicidade
Manaus
Manaus

Mercado de TV por assinatura cresce 191% no Amazonas

Aumento da concorrência e preços competitivos aquecem este mercado 10/08/2012 às 08:27
Show 1
Aumento dos assinantes de TV está ligado à melhoria de renda da população
Luana Gomes Manaus

O mercado de TV por assinatura no Amazonas sofreu larga expansão e registrou crescimento de 191,5% em número de assinantes nos últimos três anos. Entre os motivos estão a entrada de novas empresas no ramo. Hoje, há cinco delas no Estado. Até junho, foram contabilizados 234,47 mil contratantes, conforme dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), enquanto em junho de 2009 foram registrados 80,4 mil assinantes.

No mesmo período de 2011, o Estado acumulou 167,31 mil assinantes, com acréscimo de 67,16 mil usuários do serviço. De junho de 2010 para mesmo mês de 2011, a inclusão foi 93,48%, com a entrada de 34,71 mil novos usuários de TV assinatura.

Entre os Estados da Região Norte (que anotou 606,96 mil contratantes), o Amazonas contabilizou a maior quantidade de habitantes que aderiram ao serviço. Mesmo no Pará – que conta com 7,44 milhões de habitantes frente a 3,35 milhões do Amazonas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) –, o número de optantes pelos pacotes de TV por assinatura até o período foi 14,32% menor (205,10 mil).

Análise

O gerente regional da Anatel, Antônio Luiz Pantoja, comentou que a elevação da concorrência permite um maior número de ofertas e o equilíbrio dos preços. “O custo para o consumidor cai, porque cada empresa procura manter um preço razoável, além de manter vantagens que chamem atenção do consumidor”, considerou, ao ressaltar que, antigamente, só se encontravam pacotes acima de R$ 100 e, hoje em dia, há valores que “cabem no bolso” do cliente.

Dentre os critérios para optar pela TV por assinatura está a oportunidade de escolher mais canais para ver nos dias de folga, como no caso da comerciante Maria Aparecida dos Santos. Apesar de passar o dia longe de casa, Maria disse que optou pelo pacote para aumentar seu leque de escolhas, especialmente em “momentos de tédio”.

Ter uma tela mais limpa também está entre os pré-requisitos. O engenheiro Luiz Carlos comentou que aderiu apenas a um pacote básico, justamente para que os canais pudessem vir sem os famosos “chuviscos”.

De acordo com o gerente de Operações NET Manaus, Lisandro Bueno, o aumento dos assinantes de TV por assinatura está ligado à melhoria de renda da população. “O chefe da família investe numa TV de alta definição e busca um serviço que permita usufruir de todos os recursos do novo aparelho”, observou.

No caso da Oi, a estratégia é democratizar o acesso da transmissão de TVem tecnologia de alta definição, além da integração dos serviços, disse o diretor de segmentos da operadora, Eduardo Aspesi.