Publicidade
Manaus
Manaus

Moradora ameaça suicídio se casa for demolida na Zona Centro-Oeste de Manaus

Cíntia Campos, 41, ameaçou cometer suicídio caso tenha a casa desapropriada pela Prefeitura. A mulher morava com a família em uma área considerada de risco 16/02/2012 às 13:22
Show 1
Depois de ameaçar suicídio, Cíntia consentiu sua saída de casa com a condição de uma equipe da Semasdh a transfira para um local seguro
Mariana Lima e Carolina Silva Manaus

Uma moradora do Igarapé dos Franceses, na Zona Centro-Oeste, ameaçou cometer suicídio caso a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) cumpra a determinação de demolição de sua residência, na manhã desta quinta-feira (16) em Manaus. Cíntia Campos, 41, afirma que está aposentada e sem local para se mudar com a família.

Ao todo sete casas foram marcadas para serem demolidas na manhã desta quinta-feira (16) no Igarapé dos Franceses, por estarem localizadas em uma Área de Proteção Permanente (APP).

Segundo informações da Defesa Civil Municipal, o local foi demarcado como área de risco e os moradores notificados que teriam quinze dias para sair do local, em dezembro do ano passado.

Cíntia Campos esteve com uma faca de cozinha em mãos ameaçando cometer suicídio caso sua casa seja desapropriada. A mulher afirma que está desempregada e sem dinheiro para pagar a madeira que comprou para construir a casa em que mora. No local moram outros cinco adultos e três crianças.

Os moradores afirmam que não possuem para onde ir e que foram cadastrados pelo Prosamim, mas que ainda não foram notificados. A equipe de reportagem não conseguiu confirmar o cadastro no programa.

Policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), foram chamados para auxiliar nas negociações com a moradora. Cíntia consentiu sua saída de casa com a condição de uma equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) a transfira para um local seguro.

Todas as sete serão casas desapropriadas até o início desta tarde.