Publicidade
Manaus
Manaus

Moradores atingidos pelo incêndio recebem informações sobre auxílio

Prosamim e Superintendência de Habitação do Amazonas apresentam quais as formas de benefícioque será repassado às famílias vítimas do incêndio no Beco do Mestre Chico ocorrido terça-feira (24). 25/07/2012 às 20:21
Show 1
Reunião entre membros do Prosamim, Suhab e moradores do Beco do Mestre Chico atringidos pelo incêndio
acritica.com Manaus

O Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) reuniu na tarde desta quarta-feira (25), em sua sede de Sustentabilidade Social, localizada na Quadra 3 do Parque Residencial Manaus, a comunidade da área do Beco Mestre Chico, que foi atingida pelo incêndio na manhã de terça-feira (24) de julho.

Famílias que perderam as casas tomaram conhecimento do andamento dos trabalhos que já estão sendo realizados para agilizar o atendimento. As informações foram repassadas tanto pelo coordenador do Prosamim, Frank Lima, e pela assistente social, Suzy Acriz.

O coordenador Frank Lima, informou que prioritariamente o Programa está atendendo as opções de indenização com os proprietários moradores da área, seguidos pelos inquilinos e cedidos que estavam no local desde o primeiro cadastro feito em 2004, e os inquilinos e cedidos que foram cadastrados na revalidação, feita pelo Prosamim, nos anos de 2006 e 2011.

A assistente social Suzy Acriz, relembrou às famílias sobre o funcionamento do processo de remanejamento executado pelo Programa, sobre as soluções de reassentamento e ações de emergência para proprietários moradores, inquilinos e cedidos.

Cheila Bortoleto, supervisora da área Social da Superintendência de Habitação do Amazonas (Suhab), pediu que os moradores atingidos pelo incêndio, apresentem o mais breve possível a documentação solicitada pelo órgão para que o Auxílio Moradia seja liberado.

Membros da comunidade perguntaram qual a solução para aqueles que perderam documentos no incêndio. A supervisora explicou que a Suhab já tem informações cadastrais das revalidações e que também utilizará apoio das lideranças comunitárias da área para confirmar o direito do benefício para cada família afetada pelo incêndio.


PROPRIETÁRIOS MORADORES PODEM OPTAR POR UMA DAS SOLUÇÕES ABAIXO:

1) Indenização – Reposição da moradia com pagamento do valor do imóvel;

2)  Bônus Moradia – Até R$ 50.000,00 para aquisição de um imóvel conforme escolha do beneficiário. Os critérios e a compra é feita pelo Programa;

3)  Cheque Moradia – R$ 35.000,00 para aquisição de imóvel com acompanhamento do Programa;

4) Unidade Habitacional – Apartamento construído pelo Prosamim em áreas de solo criado.


INQUILINOS E CEDIDOS PODEM ESCOLHER ENTRE DUAS SOLUÇÕES DE INDENIZAÇÃO. SÃO ELAS:

1) Casa no conjunto Minha Casa, Minha Vida – Programa Social do Governo Federal que disponibiliza moradias para famílias de baixa renda;

2) Auxílio Moradia – Cheque no valor de R$ 6.000,00 para pagamento de aluguel.


PROPRIETÁRIO NÃO MORADOR PODE OPTAR POR:

Indenização – reposição da moradia, através de pagamento do valor do imóvel.


PESSOAS QUE DESENVOLVEM ATIVIDADE ECONÔMICA NA ÁREA DE INTERFERÊNCIA DO PROGRAMA

Indenização  pelo Fundo de Comércio


NAS AÇÕES EMERGENCIAIS AS FAMÍLIAS CADASTRADAS PELO PROGRAMA TEM DIREITO:

1)Bolsa moradia transitória de R$ 400,00

2) Atendimento com solução de reassentamento cabível,porém mediante a apresentação de cadastroe/ou revalidação.