Publicidade
Manaus
Manaus

Moradores da Zona Centro-Oeste realizam manifestação contra atraso em reforma de escola

O ato pedirá a abertura da escola, a única que oferece ensino médio na região, que está fechada para reforma desde fevereiro deste ano e até hoje os serviços de reforma não começaram 16/10/2015 às 11:47
Show 1
A manifestação marcada para o início desta noite vai contar com a participação dos pais dos alunos, dos próprios estudantes e dos funcionários da Escola Estadual Maria Rodrigues Tapajós
silane souza ---

Moradores do bairro Redenção, na Zona Cetro-Oeste, vão realizar, a partir das 19h, desta sexta-feira, 16, uma manifestação em frente à Escola Estadual Maria Rodrigues Tapajós, situada na rua Goiânia. O ato pedirá a abertura da escola, a única que oferece ensino médio na região, que está fechada para reforma desde fevereiro deste ano e até hoje os serviços de reforma não começaram.

De acordo com a professora Rita Simões Tirano, seria feito apenas reparação na parte elétrica, no telhado e no forro. Mas se passaram oito meses e a reforma não começou e ninguém sabe informar quando os serviços terão início, muito menos, quando a escola será entregue a população. “Desde junho que buscamos informações, mas só mandam nós aguardar e até agora não vemos nenhuma movimentação positiva”, disse.

Ela, que além de ser moradora do bairro também é professora da escola, revela que o medo dos pais dos alunos é a escola estadual não ser reaberta, dificultando ainda mais a vida dos estudantes, que tiveram que ser realocados para outras unidades de ensino distantes do bairro. Além disso, também estão preocupados que o próximo ano letivo seja comprometido de novo.

A manifestação marcada para o início desta noite vai contar com a participação dos pais dos alunos, dos próprios estudantes e dos funcionários da Escola Estadual Maria Rodrigues Tapajós. Na ocasião, eles promoverão diversas atividades esportivas, como ginástica funcional, dança, entre outros, e também reivindicarão a reforma e a abertura do colégio.

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) informou que a reforma da Escola Estadual Maria Rodrigues Tapajós, terá início no próximo mês de novembro. De acordo com a pasta, dentro do aspecto da legalidade, as obras só poderiam ser iniciadas após a conclusão do processo licitatório, conforme exigência para a realização dos serviços, que tive início ainda no primeiro semestre deste ano, mas em função de as empresas concorrentes entrarem com recursos, houve essa demora. 

A Seduc ressaltou que em fevereiro deste ano, o prédio da escola Maria Rodrigues teve um princípio de incêndio e para garantir a total segurança dos estudantes, o órgão tomou a decisão de transferir os estudantes para unidades bem próximas. A pasta disse que os 787 alunos foram remanejados, ainda no início do ano letivo, em fevereiro, para as escolas Professora Adelaide Tavares, na estrada dos Franceses, Senador Manoel Severiano Nunes, no bairro Alvorada II, e Maria da Luz, no conjunto Hiléia.

Ainda conforme a pasta, o projeto de reforma da escola estadual Maria Rodrigues Tapajós inclui a pintura geral, troca de todo o telhado e reformulação geral da rede elétrica, que está totalmente comprometida e apresentando perigo. A Seduc assegurou que as aulas no prédio da referida escola terão início no ano letivo 2016.