Publicidade
Manaus
Manaus

Moradores de bairro da Zona Norte de Manaus recebem atendimento jurídico neste sábado (23)

Além da assistência jurídica gratuita, durante a oitava edição do “Atendimento solidário jurídico itinerante”, também será oferecido o serviço de mediação de conflitos familiares. 22/06/2012 às 10:08
Show 1
Há seis meses, o NPJ iniciou as atividades do projeto levando alunos finalistas do curso de Direito para realizarem atendimento em comunidades da capital amazonense.
acritica.com Manaus

O bairro Novo Israel é o próximo local a receber o “Atendimento solidário jurídico itinerante” realizado pelo Núcleo de Prática Jurídica (NPJ), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). A assistência jurídica gratuita sobre processos já existentes nas áreas de Direito Previdenciário, de Família, Cível, Criminal, Trabalhista e juizados especiais acontece no sábado (23), de 8h às 12h, na Igreja de Santa Helena, localizada na Rua Bom Jesus, s/nº,  entre as Avenidas das Oliveiras e Jerusalém, Novo Israel 1, em Manaus.

Há seis meses, o NPJ iniciou as atividades do projeto levando alunos finalistas do curso de Direito para realizarem atendimento em comunidades da capital amazonense. Para a oitava edição do evento, também será oferecido o serviço de mediação de conflitos familiares.

“Essa é outra ferramenta utilizada no NPJ que proporciona aos futuros advogados a experiência para resolver pequenos conflitos junto à comunidade”, explica a coordenadora do Núcleo, professora Adriana Almeida.

Segundo Almeida, também serão oferecidas consultas com médico, dentista, psicólogo e massoterapeuta, além de corte de cabelo e emissão da segunda via de Registro Geral (RG). Na última edição do projeto, realizada em 2 de junho na comunidade da Sharp, a dona de casa Solange Mendonça, 41, iniciou o processo de oficialização da guarda do sobrinho Vinícius, de quatro anos.

“Os pais me deram o menino ainda bebê, mas agora eu quero registrá-lo com o meu nome igual aos meus outros cinco filhos. Vinícius já faz parte da família”, disse Solange.

Solange faz parte de um grupo de mais de mil pessoas que já foram atendidas por toda a equipe que atua no projeto.

Em 2011 foram realizados atendimentos no Parque das Nações e Adrianópolis e neste ano os bairros da Glória, São Jorge, Vale do Sinal, São Raimundo e Distrito também já foram beneficiados com o projeto.

O Núcleo de Práticas Jurídicas foi criado, em 2004 para oferecer atendimento jurídico gratuito às pessoas de baixa renda, além de proporcionar aos acadêmicos a oportunidade de obter experiência profissional e formação qualificada.